Busca avançada
Ano de início
Entree

A importância das células dendríticas e da co-estimulação na ação adjuvante do material particulado ROFA

Processo: 09/53258-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Carla Lima da Silva
Beneficiário:Carla Lima da Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição atmosférica  Material particulado  Pneumopatias  Asma  Células dendríticas  Citocinas 

Resumo

Estudos epidemiológicos e experimentais sugerem que poluentes atmosféricos, principalmente os particulados, sejam importantes co-fatores no desenvolvimento e/ou na exacerbação de doenças pulmonares. Sabendo que as células dendríticas (DCs) são as responsáveis pela ativação de clones de linfócitos T alérgeno-específicos e manutenção da inflamação persistente na asma alguns autores também descrevem a influencia de material particulado sobre elas de maneira direta, alterando suas funções e sua maturação e assim agindo como um adjuvante na inflamação pulmonar. Assim, propomos neste projeto identificar os efeitos in vitro do material particulado ROFA na maturação e ativação de DCs derivadas de medula óssea como também os efeitos no desencadeamento da inflamação pulmonar em camundongos sensibilizados com o alérgeno e transferidos com DC tratadas com ROFA. Primeiramente avaliaremos o efeito in vitro da ROFA na capacidade de capturar antígeno; na capacidade de trânsito para o linfonodo peri-bronquiolar; na expressão de moléculas co-estimuladoras e MHC classe II nas BMDC. Em seguida, avaliaremos a capacidade das DCs, sob o efeito prévio da ROFA, de modularem a resposta inflamatória pulmonar ao alérgeno OVA, utilizando modelo murino de transferência celular. Acreditamos que assim contribuiremos para a melhor compreensão da fisiopatologia da asma e o papel dos poluentes no seu desenvolvimento e exacerbação. (AU)