Busca avançada
Ano de início
Entree

Microrganismos entomopatogênicos para o manejo integrado de dípteros vetores: caracterização molecular, patologia e epidemiologia

Processo: 08/05700-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Carlos José Pereira da Cunha de Araújo Coutinho
Beneficiário:Carlos José Pereira da Cunha de Araújo Coutinho
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bactérias entomopatogênicas 

Resumo

As doenças transmitidas por mosquitos estão entre as mais sérias para humanos. A cada ano, estima-se em cerca de 500 mil a 1,2 milhões de pessoas atingidas pela malária, sendo que 3 a 5 milhões morrem; acredita-se que cerca de 119 milhões sejam portadoras do parasita da filariose e que, aproximadamente, 100 milhões são acometidas por ano pela dengue. Desde a década de 40 a principal atividade desenvolvida é o controle larvar, com ênfase no controle químico. Como alternativas existem métodos mecânicos e biológicos. Os primeiros são possíveis em áreas urbanas, através da eliminação de criadouros por destruição de focos artificiais ou alterações dos naturais. Os segundos incluem o uso de bioinseticidas, que oferecem vantagens como: alta especificidade, biodegradabilidade, baixo impacto ambiental e risco operacional. Dos agentes microbianos com real potencial para a produção em larga escala, destacam-se as bactérias do Gênero Bacillus, em particular duas espécies, produtoras de entomotoxinas: B. thuringiensis (Bt) e B. sphaericus(Bs). O principal foco de estudos das cepas de Bt é a síntese de inclusões cristalinas entomotóxicas, que acontece durante a esporulação. Programas contínuos de isolamento de novas cepas, em diferentes países, contribuem para o surgimento de novos isolados. Já foram obtidos até hoje, 91 sorovares de Bt, classificados de acordo com o antígeno flagelar. Para auxiliar na caracterização das propriedades entomotóxicas, existem técnicas, em nível molecular, que podem ajudar na identificação de novas proteínas do cristal em novas cepas de Bt. Outros patógenos com uma transmissão eficiente e virulência moderada também podem ser agentes eficientes no controle de insetos. Neste contexto, os microsporídeos apresentam-se com um bom potencial para uso no controle integrado. Formam esporos com desenvolvimento exclusivamente intracelular, ciclo de vida extremamente diverso e estão entre os patógenos mais comuns associados a Diptera, porém devido a esta característica parasitária, sua utilização como inseticida é improvável.O seu emprego em programas de manejo integrado está condicionado a um melhor conhecimento dos parâmetros determinantes da relação parasito-hospedeiro e da ocorrência dos eventos enzoóticos e epizoóticos. Este estudo objetiva isolar e caracterizar morfológica e molecularmente patógenos de larvas de simulídeos e culicídeos com potencial para a utilização em controle, principalmente, protozoários e bactérias. Serão coletadas larvas no Parque Estadual do Tiete e na encosta da Serra do Mar no litoral norte de SP, a cada 15 dias por 18 meses. As larvas que apresentarem o abdome e/ou tubo digestivo esbranquiçado e corpos gordurosos em forma globular serão dissecadas em água destilada e/ ou solução salina para a remoção do trato intestinal, corpos gordurosos e tecidos adjacentes. Desse material serão feitos esfregaços a fresco e corados com Giemsa a 10% para as observações citomorfológicas e após a identificação, serão utilizadas a microscopia eletrônica para confirmação e a caracterização do rRNA 16S. As larvas restantes, bem como amostras de solos e alimentos coletados serão utilizados para o isolamento de bactérias entomopatogênicas, que serão caracterizadas tanto ao nível fenotípico quanto genotípico. Espera-se ao final de dois anos ter feito um "screening" com o maior número possível de isolados de bactérias entomopatogênicas para se obter amostras que possam apresentar interesse biotecnológico para produção de bioinseticidas; implantar a técnica de Multiplex PCR para detecção dos genes cry e um marcador molecular para as cepas patogênicas para mosquitos vetores de agentes patogênicos.Em relação aos protozoários, espera-se o encontro de novos agentes entomopatogênicos com viabilidade de utilização no manejo de dípteros; estabelecer as relações sazonais de parasito-hospedeiro, bem como elucidar os aspectos taxonômicos dos microsporídeos já encontrados em simulídeos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA CUNHA DE ARAUJO COUTINHO, CARLOS JOSE PEREIRA; ALVES, RAFAEL; SANSCRAINTE, NEIL D.; PINTO VIVIANI, ANDREA DE BARROS; DOS SANTOS, PAULO FRUGOLI; VASCONCELOS-MEDEIROS DE SOUZA, POLYANA A.; VICENTE GUEDES DE CARVALHO-MELLO, ISABEL MARIA; BECNEL, JAMES J. Occurrence and phylogenetic characterization of a baculovirus isolated from Culex quinquefasciatus in So Paulo State, Brazil. ARCHIVES OF VIROLOGY, v. 157, n. 9, p. 1741-1745, SEP 2012. Citações Web of Science: 3.
ARAUJO-COUTINHO, CARLOS JOSE P. C.; BERNARDINO, THAISSA C.; PIRES, EDER S.; ESCH, LYGIA V. S.; VIVIANI, ANDREA B. P.; CAVADOS, CLARA F. G. Investigation of biota associated and natural infection by sporulated bacteria in Culicidae larvae from Sao Paulo state, Brazil. Journal of Invertebrate Pathology, v. 107, n. 1, p. 11-15, MAY 2011. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.