Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos de supressão da resposta imune induzida por componentes de Ascaris suum e crotoxina do veneno de Crotalus durissus terrificus: modulação da atividade funcional de células apresentadoras de antígeno

Processo: 08/04201-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2008 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Eliana Faquim de Lima Mauro
Beneficiário:Eliana Faquim de Lima Mauro
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunomodulação  Células dendríticas  Ascaris suum  Venenos de serpentes 

Resumo

A obtenção e caracterização de substâncias com capacidade de modular o sistema imune e, portanto, sua aplicação como imunossupressores em doenças auto-imunes, transplantes e alergias têm sido alvos de constantes investigações. Os helmintos assim como os produtos liberados por eles são potentes moduladores da resposta imune tanto homóloga como heteróloga. Além desses patógenos, tem sido observado que a fração majoritária do veneno crotálico (crotoxina) também exerce um importante efeito modulador negativo da resposta imune. Trabalhos realizados com extrato de vermes adultos de Ascaris suum demonstraram que seus antígenos suprimem a resposta imune induzida a diferentes antígenos. Além disso, nós evidenciamos que componentes de alta massa molecular (PI) deste extrato são os responsáveis pela supressão da resposta anti-ovalbumina (OVA). Mais recentemente, verificamos que o PI exerce esse efeito supressivo nas células apresentadoras de antígeno, como as células dendríticas (DCs), modulando negativamente a expressão das moléculas envolvidas com a apresentação antigênica e portanto a capacidade destas células de ativar os linfócitos T CD4+, por um mecanismo dependente de IL-10. Com relação ao veneno da serpente Crotalus durissus terrificus, estudos anteriores mostraram que o veneno dessa cascavel além de induzir baixa produção de anticorpos dirigidos aos seus componentes é capaz de inibir a produção de anticorpos induzida por antígeno heterólogo, quando administrado antes da imunização. Somado a isso, em nossos estudos avaliando o potencial supressivo do veneno crotálico ou sua fração crotoxina na indução da resposta celular e humoral induzida pela imunização com albumina humana, pudemos demonstrar que esse efeito do veneno não é resultante da indução de morte celular por apoptose e/ou necrose. Está bem estabelecido que as células apresentadoras de antígenos (APCs), principalmente as DCs, são elementos fundamentais na geração e regulação da resposta imune adaptativa tanto celular como humoral T-dependente. Essas células ao reconhecerem padrões moleculares presentes em diversos patógenos, via receptores expressos em sua membrana celular, modulam e direcionam a resposta imune efetora, via secreção de citocinas e expressão de moléculas envolvidas na apresentação antigênica. De acordo com essas observações, temos como objetivo do projeto estudar o efeito dos componentes obtidos do extrato de Ascaris suum e da crotoxina isolada do veneno de Crotalus durissus terrificus nas células apresentadoras de antígeno (APCs). Tendo em vista os resultados mostrando que o PI modula a atividade das APCs, iremos estudar a participação dos receptores tipo TLR e receptores de lectina tipo C (CLRs) expressos nas APCs na supressão induzida por PI. Além disso, temos como objetivo investigar o mecanismo de supressão induzido pela crotoxina de C.d.terrificus nas APCs, avaliando a participação de citocinas anti-inflamatórias como IL-10 e TGF-², além da prostaglandina E2 e da enzima indoleamina 2,3-dioxigenase nesse processo. Esses resultados serão fundamentais no esclarecimento dos mecanismos de ação do veneno crotálico e de componentes do extrato de Ascaris suum no sistema imune, podendo no futuro abrir novas perspectivas de utilização desses componentes com ação imunossupressora. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAVORETTO, BRUNA C.; SILVA, SANDRIANA R.; JACYSYN, JACQUELINE F.; CAMARA, NIELS O. S.; FAQUIM-MAURO, ELIANA L. TLR2-and 4-independent immunomodulatory effect of high molecular weight components from Ascaris suum. Molecular Immunology, v. 58, n. 1, p. 17-26, MAR 2014. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

IMUNOADJUVANTE, PROCESSO PARA OBTENÇÃO DE IMUNOADJUVANTE, COMPOSIÇÃO FARMACEUTICA E MEDICAMENTO E USO DO IMUNOADJUVANTE PI0905094-9 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP) . Mariana Rosa Alves de Santana; Eliana Faquim de Lima Mauro; Nilton Erbet Lincopan Huenuman; Ana Maria Carmona-Ribeiro - 13 de novembro de 2009

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.