Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade da malacofauna de importancia epidemiologica na grande sao paulo

Processo: 08/57792-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2009 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Fernanda Pires Ohlweiler
Beneficiário:Fernanda Pires Ohlweiler
Instituição-sede: Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/11691-6 - Diversidade da Malacofauna de Importância Epidemiológica na Grande São Paulo., BP.TT
09/06282-2 - Diversidade da malacofauna de importância epidemiológica na Grande São Paulo., BP.TT
Assunto(s):Zoonoses 

Resumo

Estudar a biodiversidade de moluscos nos 39 municípios da Grande São Paulo com o objetivo de identificar as espécies ocorrentes na região e as áreas potenciais de zoonoses, em especial com relação à esquistossomose mansônica, bem como a atualização do mapa malacológico referencial da região, possibilitando maior compreensão da fauna de moluscos em nosso estado. O estudo deverá ser complementado com informações sobre a biologia e ecologia dos moluscos relacionando, sempre que possível, as áreas de transmissão de doenças, fornecendo subsídios para a tomada de ações que visem à preservação de espécies de moluscos e seus habitats, bem como ações de controle de zoonoses. O projeto contempla o Programa de Controle da Esquistossomose em São Paulo, reestruturado e retomado pela SUCEN/DPE, que diz respeito à captura de caramujos planorbídicos, além de fornecer subsídios para futuros estudos relacionados à comparação da composição, riqueza e diversidade de comunidades de moluscos em levantamentos da fauna malacológica de áreas preservadas da Grande São Paulo. Serão oferecidos cursos de reciclagem sobre biologia, ecologia e métodos de captura de moluscos para funcionários da Sucen e municípios e cursos sobre taxonomia, biologia e ecologia de moluscos relacionados à transmissão de zoonoses no Estado de São Paulo, para funcionários da Sucen. Será montado uma coleção científica com material testemunho da Grande São Paulo. A verificação da existência de moluscos de importância epidemiológica na Grande São Paulo é importante, pois esta região possui um número alto de visitantes e moradores, e o risco de acontecer transmissão de zoonoses é grande. A criação de uma coleção malacológica na Divisão de Programas Especiais (DPE) servirá como um banco de espécimes de moluscos representativos da Grande São Paulo, contribuindo assim para o conhecimento da malacofauna do Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Donde hay escasez de datos 
Onde os dados são escassos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OHLWEILER, FERNANDA PIRES; DE ALMEIDA GUIMARAES, MARISA CRISTINA; TAKAHASI, FERNANDA YOSHIKA; EDUARDO, JULIANA MANAS. CURRENT DISTRIBUTION OF Achatina fulica, IN THE STATE OF SAO PAULO INCLUDING RECORDS OF Aelurostrongylus abstrusus (NEMATODA) LARVAE INFESTATION. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 52, n. 4, p. 211-214, JUL-AUG 2010. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.