Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do trabalho sucroalcooleiro na atividade neuroendócrina do estresse, na avaliação cardiorrespiratória e no desempenho cognitivo de trabalhadores cortadores de cana-de-açúcar

Processo: 09/54885-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Ubiratan de Paula Santos
Beneficiário:Ubiratan de Paula Santos
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças ocupacionais  Neuroendocrinologia  Indústria sucro-alcooleira  Saúde do trabalhador  Cognição  Estresse  Testes de função respiratória 

Resumo

O mapeamento da expansão da cultura da cana-de-açúcar tem se tornado fundamental para a compreensão dos impactos sócio-econômico, ambientais e de saúde coletiva resultantes desse processo. Do ponto de vista laboral, sabe-se que a atividade sucroalcooleira realizada por trabalhadores rurais migrantes apresenta intensa carga física, química, biológica e psicológica. Reunidas, estas características apresentam potencial de ameaça à manutenção do funcionamento orgânico, podendo desencadear respostas de estresse. Em curto prazo a atividade neuroendócrina do estresse é adaptativa, mas mediante a exposição repetida e prolongada ao estressor este sistema organizado para nos proteger pode causar desgastes, contribuindo para o aparecimento de doenças cardiorrespiratórias. Embora, existam evidências a respeito da relação entre alteração das concentrações de Cortisol (hormônio do estresse) e estresse associado ao trabalho e suas implicações cardiorrespiratórias e cognitivas, não há dados disponíveis na literatura a respeito desta associação em trabalhadores com cargas de trabalho tão intensas e heterogêneas como as vivenciadas pelos cortadores de cana. Assim, este estudo tem o objetivo de avaliar a influência da prática sucroalcooleira na atividade neuroendócrina do estresse e sua relação com a avaliação cardiorrespiratória e desempenho cognitivo de trabalhadores. Serão avaliados 100 indivíduos jovens, do sexo masculino, alocados no município de Mendonça (SP) e distribuídos em dois grupos: Trabalhadores canavieiros (n =50) e Controle (n = 50) composto por moradores saudáveis da região que responderão a um questionário para avaliação de sintomas respiratórios. A atividade neuroendócrina do estresse será analisada a partir concentrações de Cortisol dosadas em amostras de saliva coletadas ao acordar e 30 minutos após, em três momentos distintos: antes, durante e após o período da safra. A avaliação cardiovascular será realizada a partir da medida da freqüência e variabilidade cardíaca e, pressão arterial. O desempenho cognitivo será avaliado a partir testes neuropsicológicos (memória declarativa, memória operacional, atenção e linguagem). Postula-se que o processo e carga do trabalho sucroalcooleiro estejam associados a alterações na atividade neuroendócrina do estresse e que esta por sua vez esteja relacionada com alterações na avaliação cardiorrespiratória e com diminuição do desempenho cognitivo após o período da safra. (AU)