Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da absorção foliar do flúor atmosférico sobre o desenvolvimento, estado nutricional e metabolismo vegetal

Processo: 08/09541-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Dirceu de Mattos Junior
Beneficiário:Dirceu de Mattos Junior
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicidade do solo  Poluição ambiental  Flúor  Fluoretos  Indicadores biológicos  Citricultura  Café 

Resumo

O flúor (F) é um poluente atmosférico que causa toxicidade às plantas. Isto ocorre através de alterações metabólicas, lesões foliares, redução no crescimento e na produtividade das plantas expostas à poluição. O fluoreto ocorre naturalmente no solo em formas combinadas, contudo as emissões de compostos reativos na atmosfera oriunda, por exemplo, da produção de superfosfatos e de cerâmica constituem vias importantes de contaminação de culturas no entorno desses pólos industriais. Espécies sensíveis e tolerantes à toxicidade de F podem ser utilizadas como bioindicadoras para monitoramento dessa contaminação no ambiente; plantas sensíveis mostram sintomas de queima foliar, onde o prejuízo é evidente, por outro lado, plantas tolerantes conseguem acumular F no tecido foliar sem apresentar sintomas visíveis, mas, pouco se sabe se a presença do elemento causa danos metabólicos ou fisiológicos que possam afetar o crescimento e a produção. O estudo do efeito da contaminação atmosférica de F em condições de campo é dificultado pela impossibilidade de se estabelecer comparações com plantas não contaminadas em uma mesma área, com solo e manejo similares. Dada a importância dos citros e do café em regiões de potencial impacto adverso do F atmosférico, a presente proposta de pesquisa tem o objetivo de avaliar o efeito da exposição dessas duas espécies ao F atmosférico sobre fatores que afetam a produção, e comparar níveis de absorção e prejuízos com gladíolo e azevém, espécies bioindicadoras. Um experimento será conduzido em casa de vegetação em delineamento inteiramente casualizado e quatro repetições, com tratamentos definidos pela combinação das espécies vegetais e três intensidades de exposição ao F atmosférico (zero, baixa e alta, por um período até de quatro semanas). Plantas produzidas em vasos com capacidade para 5 ou 10 L de terra serão expostas ao F em câmara com 6,12 m3 e sistema de pré-nebulização de soluções 0,04 mol L-1 (baixa exposição) e 0,12 mol L-1 (alta exposição) de HF no ambiente interno, cuja estrutura foi montada e está sendo testada em ensaio preliminar no Instituto Agronômico (IAC). Um segundo experimento detalhará a resposta intraespecífica dos citros e do café ao problema identificado. Serão avaliados, periodicamente, sintomas visuais de toxicidade nas folhas, parâmetros morfológicos (estrutura e ultraestrutura do tecido foliar sob microscopia) e fisiológicos (medidas de trocas gasosas) das plantas além da concentração e acúmulo de elementos minerais na parte aérea e raízes. As determinações de F no tecido vegetal serão realizadas por fusão alcalina conforme método adaptado no Laboratório de Análise de Solo e Planta do IAC. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância pelo teste F e comparação de médias. A proposta de pesquisa faz parte da dissertação de mestrado do Programa de Pós-graduação em Gestão dos Recursos Agroambientais do Instituto Agronômico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MESQUITA, GEISA LIMA; MATTOS, JR., DIRCEU; OSSAMO TANAKA, FRANCISCO A.; CANTARELLA, HEITOR; BACHIEGA ZAMBROSI, FERNANDO C.; MACHADO, EDUARDO CARUSO. Traits Driving Tolerance to Atmospheric Fluoride Pollution in Tree Crops. WATER AIR AND SOIL POLLUTION, v. 227, n. 11 NOV 2016. Citações Web of Science: 1.
MESQUITA, GEISA LIMA; OSSAMU TANAKA, FRANCISCO ANDRE; CANTARELLA, HEITOR; MATTOS, JR., DIRCEU. Atmospheric Absorption of Fluoride by Cultivated Species. Leaf Structural Changes and Plant Growth. WATER AIR AND SOIL POLLUTION, v. 219, n. 1-4, p. 143-156, JUL 2011. Citações Web of Science: 16.
RIMENA RAMOS DOMINGUES; GEISA LIMA MESQUITA; HEITOR CANTARELLA; DIRCEU DE MATTOS JÚNIOR. Suscetibilidade do capim-colonião e de cultivares de milho ao flúor. Bragantia, v. 70, n. 4, p. -, 2011.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.