Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das relações entre a variabilidade espacial de atributos do solo e da produtividade de cana-de-açúcar

Processo: 08/04690-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marcio Koiti Chiba
Beneficiário:Marcio Koiti Chiba
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):09/14348-3 - Variabilidade espacial de infiltração de água no solo e de resistência à penetração em função do manejo, BP.TT
Assunto(s):Física do solo  Química do solo  Manejo do solo  Nitossolos  Compactação dos solos  Geoestatística  Cana-de-açúcar  Produção vegetal 

Resumo

O objetivo principal deste projeto é analisar as relações entre a variabilidade espacial do solo e a variabilidade espacial do rendimento de cana-de-açúcar. O experimento será conduzido em duas áreas distintas em termos de solo e de manejo da cultura. Uma delas está localizada na Fazenda Aparecida, localizada no município de Mogi Mirim, SP, onde a área experimental selecionada sob um Nitossolo Vermelho eutroférrico (NVe) está sendo manejada sob sistema de plantio direto com o cultivo da cana-de-açúcar há 12 anos com colheita manual em cana queimada. Esta área foi selecionada porque ela tem mostrado alta variabilidade de rendimento de colheita em anos passados. A outra está localizada em uma área experimental do Centro Avançado de Pesquisa e Tecnologia de Cana, em Ribeirão Preto, SP, em um Latossolo vermelho eutroférrico com colheita de cana crua com colheitadeira. Este campo tem demonstrado alta variabilidade de rendimento para as variedades de alta performance sensíveis a compactação do solo. Para a amostragem dos atributos do solo e da produtividade, a área será demarcada em malha com 300 pontos de amostragem espaçados de 30 x 30 m no Nitossolo e com 202 pontos em malha de 10x10m no Latossolo. Em cada ponto serão retiradas amostras relacionadas à compactação do solo, infiltração de água, análise química e granulométrica do solo e produtividade da cana-de-açúcar. A geoestatística será utilizada como ferramenta básica para a determinação da dependência espacial através da análise de semivariograma, de mapas de isolinhas obtidos com dados interpolados para os locais não medidos, considerando as coordenadas dos pontos amostrados. Será efetuado levantamento topográfico detalhado das duas áreas com a finalidade de elaboração do modelo digital do terreno com o objetivo de buscar interpretações para os mapas de atributos de solo e mapas de colheita em função da posição e da forma do relevo. Serão investigadas as possibilidades de efetuar interpolações com cokrigagem ordinária e com cokrigagem colocalizada, de acordo com o relacionamento espacial entre as variáveis. Também será utilizada a krigagem indicatriz usando valores de corte para atributos de solo em relação às suas relações com o rendimento da colheita de cana-de- açúcar para a construção de mapas de probabilidade de atendimento das condições estabelecidas. Para correlacionar a produtividade da cana-de-açúcar com os atributos físicos e químicos do solo serão utilizados o índice de correlação linear e a análise de correspondência entre mapas. (AU)