Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura e diversidade genética em populações de Casearia sylvestris utilizando diferentes marcadores moleculares

Processo: 08/03501-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2008 - 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Maria Imaculada Zucchi
Beneficiário:Maria Imaculada Zucchi
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/10996-8 - Estrutura e diversidade genética em populações de Casearia Sylvestris utilizando diferentes marcadores moleculares, BP.TT
08/09080-9 - Estrutura e diversidade genética em populações de Casearia Sylvestris utilizando diferentes marcadores moleculares, BP.TT
Assunto(s):Medicamentos fitoterápicos  Casearia sylvestris  Diterpenos de clerodano  Repetições de microssatélites  Variação genética em plantas 

Resumo

Casearia sylvestris Sw. (Salicaceae) é uma espécie vegetal de ocorrência no Cerrado e na Mata Atlântica que vem se destacando pelo grande número de pesquisas farmacológicas realizadas a seu respeito. Os diterpenos clerodânicos produzidos por esta espécie têm despertado o interesse da indústria farmacêutica internacional. Apesar de largamente estudada como fitoterápico, pouco se sabe a respeito da estrutura genética de suas populações, informação essencial para o desenvolvimento de estratégias de conservação, uso sustentável e domesticação. Duas variedades são tradicionalmente reconhecidas para esta espécie, porém sua limitação taxonômica é tênue e as relações entre elas não estão bem esclarecidas. O presente projeto visa complementar os estudos em genética de populações e biologia reprodutiva de C. sylvestris já iniciados com marcadores microssatélites nucleares. Particularmente, pretende melhor esclarecer as relações genéticas entre as duas variedades, evidenciando as forças evolutivas que promovem a divergência entre estes táxons, através da comparação dos padrões de fluxo gênico e de diversidade genética entre e dentro de variedades e populações. Para tal, nove populações no Estado de São Paulo já analisadas através de marcadores microssatélites nucleares serão analisadas através marcadores microssatélites cloroplastidiais (cpSSR) e de sequencias de regiões do DNA ribossomal nuclear (rDNA) e cloroplastidial (cpDNA). Numa busca direcionada por polimorfismos genéticos envolvidos na síntese dos compostos de interesse produzidos por esta espécie, serão caracterizados SNPs (Single Nucleotide Polymorphism) em genes envolvidos na via metabólica dos diterpenos clerodânicos. (AU)