Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de expressão e mutagênese de mecanismo de patogenicidade de Xanthomonas axonopodis pv. citri: o sistema de secreção tipo II

Processo: 08/00070-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2009 - 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Alexandre Morais Do Amaral
Beneficiário:Alexandre Morais Do Amaral
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fitopatologia  Cancro (doença de planta)  Xanthomonas axonopodis  Expressão gênica  Mutagênese 

Resumo

O cancro cítrico é, sem dúvida, uma das mais preocupantes doenças de plantas no mundo, sobretudo nos países onde a citricultura exerce papel influente na geração de empregos e divisas, como o Brasil, o maior produtor mundial de laranjas. Por esse motivo também, o Brasil patrocinou o seqüenciamento completo do agente causal da doença, a bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri ("Xac"). O objetivo foi catalogar as ferramentas biológicas que o organismo possui e que poderia utilizar para infectar os citros. Com isso, espera-se conhecer melhor a bactéria e seus recursos para, assim, melhor identificar possíveis alvos em programas de controle da doença. Durante o seqüenciamento completo, foram identificados vários sistemas de secreção que, teoricamente, podem ser utilizados por este patógeno para causar a doença. Dentre tais mecanismos, está o sistema de secreção do tipo II e que é altamente envolvido no processo de patogênese de outras bactérias causadoras de doenças em plantas. Curiosamente, o mecanismo está representado em duas cópias distintas em Xac, o que é inédito em outras bactérias fitopatogênicas. Entretanto, até o momento, não há uma evidência do papel desempenhado por esse sistema no cancro cítrico. O objetivo deste trabalho é caracterizar a expressão deste mecanismo em Xac durante o processo de instalação do patógeno na planta de citros e identificar possíveis papéis. Para tal, será utilizada ferramenta da biologia molecular (“PCR quantitativo") que permite monitorar a ação da bactéria, com ênfase nos sistemas em questão, de tal maneira que o funcionamento (expressão) dos genes de interesse será correlacionado com o momento de sua maior necessidade ao longo da formação do cancro cítrico. Paralelamente, será identificada, com auxílio da técnica de mutagênese dirigida, a correlação entre os dois conjuntos do mesmo sistema que estão presentes em Xac. Ao final, pretende-se caracterizar a relevância deste mecanismo para a instalação do cancro cítrico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BAPTISTA, JULIANA CRISTINA; MACHADO, MARCOS ANTONIO; HOMEM, RAFAEL AUGUSTO; TORRES, PABLO SEBASTIAN; VOJNOV, ADRIAN ALBERTO; DO AMARAL, ALEXANDRE MORAIS. Mutation in the xpsD gene of Xanthomonas axonopodis pv. citri affects cellulose degradation and virulence. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 33, n. 1, p. 146-153, 2010. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.