Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho, respostas fisiológicas e comportamentais de novilhas leiteiras mantidas sob sistema de ventilação forçada

Resumo

A produção leiteira nacional tem um papel sócio-econômico importante, sendo a produtividade do rebanho um fator decisivo na competitividade do setor. Para isso, fundamental atenção deve ser destinada aos animais jovens, visto que estes representam a qualidade produtiva futura do rebanho. No entanto, o fator clima ainda é uma questão que representa importantes perdas ao setor. Um sistema que pode ser empregado quando a temperatura ambiente for superior à ótima, consiste em se aumentar a taxa de ventilação, otimizando a perda de calor pelos animais. A pesquisa terá como objetivo principal avaliar a influência da ventilação forçada sobre o desempenho, alterações fisiológicas e comportamentais de novilhas mantidas em sistema confinado. Serão utilizadas 16 novilhas, sendo distribuídas em quatro tratamentos: A) Sem ventilação forçada; B) Ventilação forçada durante as 24 horas do dia; C) Ventilação forçada das 6 h às 18 h e D) Ventilação forçada das 18 h às 6 h. Os animais serão divididos com base no peso médio e escore corporal e distribuídos aleatoriamente aos tratamentos. O delineamento experimental consistirá em um quadrado latino 4 x 4, repetido duas vezes. Serão adotados 8 períodos experimentais com duração de 14 dias cada, sendo destes, 9 de adaptação e 5 de coleta. Os dados climáticos (temperatura, umidade) serão utilizados para calcular o ITU e ITGU. Estes dados serão correlacionados com as respostas fisiológicas (temperatura retal, freqüência respiratório e temperatura da pele) e comportamentais dos animais. Dados de desempenho e consumo de alimento serão utilizados para avaliar a eficiência alimentar e o crescimento ponderal das novilhas e verificar a existência de efeito da ventilação em condições de estresse térmico. Os resultados desta pesquisa trarão informações importantes acerca dos processos termorregulatórios de bovinos leiteiros em fase jovem, bem como os benefícios do uso da ventilação forçada nesta fase. (AU)