Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de resíduos de antibiótico no leite de propriedades leiteiras da região metropolitana de Campinas

Processo: 07/05449-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2008 - 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Juliana Rodrigues Pozzi Arcaro
Beneficiário:Juliana Rodrigues Pozzi Arcaro
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):09/01396-0 - Detecção de resíduos de antibiótico no leite de propriedades leiteiras da região metropolitana de Campinas, BP.TT
Assunto(s):Bovinocultura leiteira  Vacas  Mastite animal  Anti-infecciosos  Qualidade do leite 

Resumo

O leite é um produto essencial para todos os mamíferos, rico em proteínas, vitaminas, gordura, carboidratos e sais minerais, além de elevado percentual de cálcio, fatores de crescimento e hormônios. A presença de resíduos de antimicrobianos no leite representa risco à saúde do consumidor levando às reações alérgicas em indivíduos sensíveis, pela seleção de bactérias resistentes no trato digestivo do consumidor. A contaminação por antibióticos acarreta também prejuízos á indústria de laticínios, interferindo no rendimento dos produtos lácteos.. O projeto pretende identificar os pontos críticos de contaminação com resíduo antimicrobiano. Essas propriedades estão localizadas na região metropolitana de Campinas e são responsáveis pela produção de 7000 litros de leite, correspondendo à carga total do caminhão refrigerado. Serão monitorados de quatro propriedades, sorteadas aleatoriamente, todos os quartos mamários das vacas em lactação, num total aproximado de 400 animais, para avaliação de resíduos de antimicrobiano no leite e identificação microbiológica do agente causador de mastite. As amostras serão colhidas quinzenalmente, durante um período de 60 dias, no mesmo dia, onde serão também obtidas amostras do balão medidor, do tanque de refrigeração e do caminhão que transporta o leite. As amostras de leite serão cultivadas em Agar sangue de carneiro incubadas em aerobiose a 37°C por 72 horas com leituras 24, 48 e 72 horas. Para a determinação de resíduo antimicrobiano no leite será utilizado o teste microbiológico comercial (Delvotestâ SP). Das cinco propriedades restantes serão colhidas amostras do tanque de refrigeração e do caminhão de leite. Serão realizados testes para determinação de resíduo antimicrobiano e contagem de células somáticas. Para os efeitos de variáveis independentes (das etapas da linha de leite: propriedade, animal e tetos) sobre a ocorrência de mastite e antibiótico, será utilizado o procedimento GLIMMIX do SAS, para modelos lineares hierárquicos (ou multiníveis) generalizados ou modelos lineares generalizados com efeitos aleatórios com distribuição normal. (AU)