Busca avançada
Ano de início
Entree

Incidência e fatores de risco do linfedema após o tratamento cirúrgico para o melanoma cutâneo

Processo: 07/05484-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2008 - 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:João Pedreira Duprat Neto
Beneficiário:João Pedreira Duprat Neto
Instituição-sede: Hospital A C Camargo. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia  Melanoma  Linfedema 

Resumo

O objetivo principal desta pesquisa será avaliar os pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos pós-melanoma, tanto inguinal como axilar com linfadenectomia radical, mostrando as morbidades relacionadas ao procedimento, os fatores de risco e a construção de um modelo para avaliar a probabilidade de linfedema. Também se objetiva analisar a diferença entre volumes através de cálculo de cone truncado e da volumetria optoeletrônica, realizar estudo prospectivo dos pacientes com melanoma cutâneo que foram operados no Hospital AC Camargo, avaliar o impacto das características morfométricas e das diferentes modalidades terapêuticas no desenvolvimento do linfedema, relatando a quantidade de pacientes que o desenvolveram e outras complicações e o que pode estar relacionado a estes fatos, otimizando a indicação das diferentes modalidades de tratamento para cada indivíduo. As variáveis que serão correlacionadas com a incidência de linfedema serão: índice de massa corpórea (IMC), sexo, idade, linfadenectomia axilar ou inguinal, infecção cirúrgica, deiscência cicatricial, seroma, entre outras. (AU)