Busca avançada
Ano de início
Entree

Elucidação da expressão gênica coordenada na regulação órgão específica e induzida por estresse ambiental em espécies medicinais produtoras de diferentes classes de fenilpropanóides bioativos

Resumo

Estudos fitoquímicos realizados por nosso grupo com extratos de Dipteryx odorata, Eclipta alba e Serjania glabrata demonstraram que essas espécies são produtoras de fenilpropanóides com diferentes esqueletos químicos e que estão relacionados a atividades bio/farmacológicas exibidas por essas espécies reputadas como medicinais. A biossíntese de metabólitos secundários é, via de regra, restrita a órgãos específicos, dependente de estádios fisiológicos e, ativada diferencialmente em resposta a estresses ambientais a que estão sujeitas as espécies de plantas. A regulação do fluxo de síntese no eixo principal e em cada ramificação das vias do metabolismo secundário é realizada por enzimas chaves que não raro atuam de forma coordenada e complexa. Anteriormente, no projeto "Abordagem molecular na exploração biotecnológica de metabólitos de plantas para produção de fitoestrógenos", Proc. CNPq 47734312004 -0, investigamos o perfil de expressão coordenada de genes relacionados à biossíntese de fenilpropanóides de células de D. odorata. No atual projeto estamos propondo a construção e caracterização de bibliotecas de cDNA órgão específico e de células cultivadas das espécies D. odorata; E. alba e S. glabrata, e o uso de técnicas moleculares de hibridação em macroarranjo para comparação do perfil da expressão coordenada órgão especifica, e de expressão diferencial induzida por estresse, usando a técnica de bibliotecas subtrativas (SSH) estrategicamente construídas para tal finalidade. A análise comparativa permitirá a identificação de transcritos abundantes e os de baixo nível de expressão, operando distintamente no sentido de direcionar em cada situação o fluxo metabólico, evidenciando os genes que devem ser coordenadamente superexpressos ou reprimidos na manipulação biotecnológica da produção de fenilpropanóides em cada planta fonte de bioativos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)