Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da participação da porção rostrodorsal da substância cinzenta periaquedutal nas respostas contextuais de defesa ao ambiente previamente relacionado ao predador

Processo: 09/53390-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Sandra Regina Mota Ortiz
Beneficiário:Sandra Regina Mota Ortiz
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido nítrico  Mecanismos de defesa  Muscimol 

Resumo

É de conhecimento a existência de estudos acerca do papel funcional da matéria cinzenta periaquedutal na expressão de uma série de comportamentos motivados, como os comportamentos de defesa, sexual e maternal. A expressão desses comportamentos está associada fundamentalmente às suas projeções para o tronco cerebral e medula espinhal. Entretanto, estudos recentes do nosso grupo apontam para um importante papel da matéria cinzenta periaquedtual como um selecionador de estratégias comportamentais críticas para a manutenção da espécie, das quais a formação da memória de medo associada ao predador parece ser de particular relevância. Em experimentos preliminares, verificamos que a inativação farmacológica por muscimol da porção rostrodorsal da matéria cinzenta periaquedutal foi capaz de inibir as respostas contextuais associadas a ambientes onde houve exposição prévia ao predador, mesmo após a expressão do comportamento de defesa. Estes resultados nos permitiram inferir que a matéria cinzenta periaquedutal, em particular a sua coluna dorsolateral, poderia estar também envolvida nos processo de formação da resposta contextual de defesa associada a um estímulo incondicionado, no caso, o predador. Dessa forma, o presente projeto propõe avaliar a participação da porção rostrodorsal da matéria cinzenta periaquedutal, em particular a porção dorsolateral, nas respostas de defesa associadas a ambientes onde houve exposição prévia ao predador (resposta contextual), determinando com isso o papel funcional deste sítio neural na circuitaria envolvida na formação da memória de medo associada ao predador. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RUFINO, RODRIGO DE ANDRADE; MOTA-ORTIZ, SANDRA REGINA; XAVIER DE LIMA, MIGUEL ANTONIO; BALDO, MARCUS VINICIUS C.; CANTERAS, NEWTON SABINO. The rostrodorsal periaqueductal gray influences both innate fear responses and acquisition of fear memory in animals exposed to a live predator. Brain Structure & Function, v. 224, n. 4, p. 1537-1551, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.