Busca avançada
Ano de início
Entree

Fontes de estrógenos na fêmea de hamster sírio (Mesocricetus auratus) após a ovariectomia

Processo: 09/52750-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Marcella Pecora Milazzotto
Beneficiário:Marcella Pecora Milazzotto
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Mucosa gástrica  Esteroidogênese  Ovário  Estradiol 

Resumo

Os ovários representam a principal fonte de estrógeno, estradiol principalmente, nas fêmeas. Após a menopausa, quando cessa a síntese de estradiol nos ovários, ou na fêmea ovariectomizada, estrógenos são produzidos a partir de precursores de origem adrenal em diversos tecidos extragonadais, onde exercem efeitos locais parácrinos ou mesmo intrácrinos. Entre estes tecidos estão o tecido adiposo, ossos e cartilagem, endotélio vascular e tecido muscular liso aórtico, diversas regiões do cérebro entre as quais hipotálamo e amídala e medula espinhal, nos quais foi detectada atividade da aromatase e/ou a sua expressão gênica. Com base na literatura e nos resultados obtidos pelo grupo em projetos anteriores, o objetivo deste projeto é verificar como evoluem as concentrações fecais e séricas de estrógenos na fêmea de hamster Sírio intacta e ovariectomizada. Além disso, determinar a natureza bioquímica dos metabólitos fecais quantificados, confirmar o papel das glândulas adrenais como fontes importantes de estrógenos e investigar se a mucosa gástrica pode desempenhar semelhante papel na fêmea ovariectomizada. (AU)