Busca avançada
Ano de início
Entree

Percepção e prática de violência de gênero entre alunos de uma universidade paulista

Processo: 08/58976-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Anibal Eusébio Faúndes Latham
Beneficiário:Anibal Eusébio Faúndes Latham
Instituição-sede: Centro de Pesquisas em Saúde Reprodutiva de Campinas (CEMICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Violência de gênero  Violência contra a mulher 

Resumo

Introdução: O problema da violência contra as mulheres está presente nos diferentes contextos sociais e sua abordagem deve incluir as perspectivas de gênero e ética que influenciam a maneira como as mulheres são tratadas no cotidiano. Objetivo: Avaliar a associação entre atitude quanto a questões de gênero e de ética, percepção sobre o que é violência, e a experiência de sofrer e perpetrar violência de gênero e/ou sexual, entre alunos de uma universidade paulista. Sujeitos e métodos: Estudo descritivo de corte transversal que fará análise secundária dos dados da pesquisa "Freqüência e características da violência inter-pessoal entre os alunos de graduação de uma universidade paulista". Na pesquisa original, os universitários responderam um questionário estruturado e pré-testado diretamente em arquivo computadorizado. Os dados para a pesquisa original foram coletados e armazenados por meio do programa de computador LimeSurvey (LimeSurvey 1.49RC3), um software livre. Após encerrar a coleta, o banco de dados foi exportado para o EXCEL e em seguida para o SPSS-PC, quando foram realizadas checagens para identificar e corrigir possíveis erros lógicos. A partir do banco de dados da pesquisa original será constituído um outro com os dados referentes às variáveis de interesse para este estudo: independentes - atitude quanto às questões de gênero e atitude ética em relação a si, ao outro e à comunidade universitária; dependentes - percepção sobre violência em geral, percepção sobre violência sexual, vivência de situações de violência emocional, vivência de situações de violência física, vivência de situações de violência sexual e reconhecimento de ser perpetrador de violência e contra quem; como variáveis de controle serão incluídas características sociodemográficas dos respondentes. Análise dos dados: Para análises bivariadas será aplicado o teste qui-quadrado, para estudar a associação da atitude dos participantes quanto a questões éticas e de gênero com ser vítima ou perpetrador de violência e com as características sociodemográficas. Posteriormente será realizada análise multivariada por regressão logística. (AU)