Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos de regulação epigenética em células do sistema imune

Processo: 08/58850-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Susana Nogueira Diniz
Beneficiário:Susana Nogueira Diniz
Instituição-sede: Coordenadoria de Pesquisa. Universidade Bandeirantes (UNIBAN). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética  Expressão gênica  Desmetilação do DNA  Imunossupressores  Tacrolimo 

Resumo

Dentre os mecanismos participantes do chamado "epigenoma", estão a metilação de DNA, a modificação de histonas e os RNAs regulatórios não codificastes, que têm um papel importante na regulação da expressão gênica. Modificações no padrão do epigenoma individual são geradas por diferentes fatores e mudam o perfil de expressão de genes, dentre os quais alguns que podem estar associados à ação e a resposta a fármacos. Dados preliminares do estudo da regulação da expressão gênica pela desmetilação do DNA em células mononucleares humanas mostraram uma correlação inversa entre o perfil de expressão gênica dessas células tratadas com o agente desmetilante, 5-azacitidina, e o perfil de expressão gênica de células tratadas com o imunossupressor tacrolimus. Sabendo-se que indivíduos possuem respostas diferentes aos imunossupressores e que alterações epigenéticas podem estar relacionadas com a regulação dessas respostas, a proposta desse estudo é realizar uma análise global do epigenoma, utilizando a tecnologia de MSAP-PCR, em amostras de células mononucleares do sangue periférico de indivíduos respondedores e não respondedores ao tratamento in vitro com o imunossupressor tacrolimus. Com este estudo, pretendemos avaliar o impacto do tratamento in vitro do imunossupressor tacrolimus na regulação epigenética de células do sistema imune e buscar marcadores de metilação diferencial no DNA, que permitam a priori distinguir indivíduos respondedores dos não-respondedores ao tratamento com fármacos imunossupressores. Este processo serviria ao objetivo de se avaliar ex vivo o impacto do fármaco no paciente, antes mesmo de se iniciar o tratamento, permitindo investigar ajuste de dose, impacto epigenético e alguns efeitos colaterais associados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINHEIRO, MARCELO MAIA; STOPPA, CAROLINE LAIS; VALDUGA, CLAUDETE JUSTINA; OKUYAMA, CRISTINA EUNICE; GORJAO, RENATA; SILVA PEREIRA, REGINA MARA; DINIZ, SUSANA NOGUEIRA. Sitagliptin inhibit human lymphocytes proliferation and Thl/Th17 differentiation in vitro. European Journal of Pharmaceutical Sciences, v. 100, p. 17-24, MAR 30 2017. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.