Busca avançada
Ano de início
Entree

Camundongos em overtraining: relações entre a produção de citocinas pró-inflamatórias e o comprometimento das vias moleculares de sinalização da insulina

Processo: 10/08239-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Adelino Sanchez Ramos da Silva
Beneficiário:Adelino Sanchez Ramos da Silva
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:José Rodrigo Pauli ; Mario Jose Abdalla Saad
Assunto(s):Fisiologia molecular  Exercício físico  Resistência à insulina  Citocinas 

Resumo

O desequilíbrio entre a demanda do exercício e o período necessário para recuperação do atleta induz ao surgimento de traumas no músculo esquelético, provocando a liberação de citocinas pró-inflamatórias que podem estar relacionadas com a origem e desenvolvimento do overreaching (OR) e overtraining (OT). Além disso, sabe-se que o aumento dos níveis dessas citocinas compromete o funcionamento das vias moleculares de sinalização PI3q/Akt e AMPK, o que prejudica a captação de glicose e a formação de glicogênio muscular. Dessa maneira, o presente projeto tem como objetivo verificar as respostas das concentrações séricas de TNF-±, IL-6 e IL-1², e do conteúdo proteico de TNF-±, IL-6, IR², IRS-1, IRS-2, PI3q, Akt, AMPK, JNK, IKK², SOCS3 e GLUT-4 em músculo esquelético de camundongos induzidos ao OT. Os animais serão divididos em 4 grupos: Controle (C; sedentários), Treinado (TR; submetidos ao protocolo de treinamento), overtraining (OT; submetidos ao protocolo de OT) e OT com suplementação de glicose (OT+SG; submetidos ao protocolo de OT e suplementados com glicose). Os camundongos serão avaliados semanalmente quanto à variação do peso corporal e ingestão alimentar. Ao final dos protocolos de TR e OT, os animais serão submetidos ao teste de tolerância intraperitoneal à insulina. O conteúdo das proteínas descritas anteriormente será avaliado nos músculos extensor digital longo e sóleo através das técnicas de imunoprecipitação e imunoblot. Para a comparação entre os grupos serão utilizados o teste t de Student para dados não pareados e a análise de variância seguida de teste para comparação múltipla de médias. Será adotado o nível de significância de pd0.05. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Exercício físico excessivo induz alterações negativas em vários órgãos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA ROCHA, ALISSON L.; PINTO, ANA P.; KOHAMA, EIKE B.; PAULI, JOSE R.; DE MOURA, LEANDRO P.; CINTRA, DENNYS E.; ROPELLE, EDUARDO R.; DA SILVA, ADELINO S. R. The proinflammatory effects of chronic excessive exercise. CYTOKINE, v. 119, p. 57-61, JUL 2019. Citações Web of Science: 4.
PEREIRA, B. C.; PAULI, J. R.; DE SOUZA, C. T.; ROPELLE, E. R.; CINTRA, D. E.; ROCHA, E. M.; FREITAS, E. C.; PAPOTI, M.; DA SILVA, L.; LIRA, F. S.; DA SILVA, A. S. R. Nonfunctional Overreaching Leads to Inflammation and Myostatin Upregulation in Swiss Mice. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 35, n. 2, p. 139-146, FEB 2014. Citações Web of Science: 18.
PEREIRA, BRUNO C.; FILHO, LUIS A. L.; ALVES, GUILHERME F.; PAULI, JOSE R.; ROPELLE, EDUARDO R.; SOUZA, CLAUDIO T.; CINTRA, DENNYS E.; SAAD, MARIO J. A.; SILVA, ADELINO S. R. A new overtraining protocol for mice based on downhill running sessions. Clinical and Experimental Pharmacology and Physiology, v. 39, n. 9, p. 793-798, SEP 2012. Citações Web of Science: 22.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.