Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da transição visual no controle postural de adultos jovens na sala móvel

Processo: 09/14102-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2010 - 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Renato de Moraes
Beneficiário:Renato de Moraes
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Postura  Coordenação motora  Visão monocular  Controle postural 

Resumo

A relação entre informação sensorial e ação motora pode ser examinada através do paradigma da sala móvel. A visão monocular combinada com o aumento da distância da parede frontal da sala móvel provoca uma redução do acoplamento entre informação visual e resposta motora (Moraes et al., 2009, Neuroscience Letters, 460, 209-213), sugerindo uma diminuição da contribuição da informação visual para o controle postural. No estudo de Moraes et al. a condição de visão monocular ou binocular era definida antes do início do experimento, de modo que o participante poderia antecipadamente (i.e., controle feedforward) ajustar a contribuição dos diferentes sistemas sensoriais para o controle postural. Porém, em situações cotidianas o ajuste do peso das informações sensoriais ocorre dinamicamente durante o processo de realização da ação motora. Dessa forma, a mudança inesperada da condição visual durante a tarefa na sala móvel permite a investigação do processo dinâmico de ajuste das contribuições das informações sensoriais de modo on-line. O objetivo geral do presente estudo será, portanto, examinar o efeito da transição visual no acoplamento entre percepção e ação na sala móvel. Para tanto, será empregado um procedimento experimental que envolve o uso de um óculos com lentes de cristal líquido que permite a transição independente das lentes de opaca para transparente e vice-versa enquanto os participantes mantêm-se em pé dentro da sala móvel. As condições experimentais envolverão a realização de tentativas com cinco minutos de duração e a mudança do status das lentes a cada minuto (i.e., sem visão-visão binocular, sem visão-visão monocular e visão binocular-visão monocular e vice-versa para as três situações) de forma inesperada para os participantes. As seguintes variáveis analisarão o relacionamento entre estímulo sensorial (i.e., movimento da sala móvel) e resposta motora: ganho, fase relativa, amplitude de deslocamento na frequência do espectro e variabilidade. Será ainda calculado o ganho ciclo a ciclo para a obtenção do tempo necessário para estabilização da contribuição visual para o controle postural. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, RENATO; DE FREITAS, PAULO BARBOSA; RAZUK, MILENA; BARELA, JOSE ANGELO. Quality of Visual Cue Affects Visual Reweighting in Quiet Standing. PLoS One, v. 11, n. 3 MAR 3 2016. Citações Web of Science: 1.
BARELA, JOSE A.; SANCHES, MATHEUS; LOPES, ANDREI G.; RAZUK, MILENA; MORAES, RENATO. Use of monocular and binocular visual cues for postural control in children. JOURNAL OF VISION, v. 11, n. 12 2011. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.