Busca avançada
Ano de início
Entree

Permeabilidade da barreira hemato-encefálica no modelo de epilepsia induzido pela pilocarpina em ratos

Processo: 08/06450-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Luciana Le Sueur Maluf
Beneficiário:Luciana Le Sueur Maluf
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia 

Resumo

A epilepsia é o distúrbio cerebral crônico grave mais comum na clínica neurológica, caracterizado por estado de hiperatividade dos neurônios e circuitos cerebrais, capaz de produzir descargas elétricas anormais. Dados epidemiológicos mostram que a epilepsia do lobo temporal (ELT) é o tipo mais frequente em seres humanos, ocorrendo em aproximadamente 40-50% dos pacientes. A ELT é a principal forma de epilepsia relacionada à resistência ao tratamento medicamentoso, ou refratariedade, em adultos. A alta incidência de refratariedade na ELT, bem como seu impacto na vida do indivíduo e na sociedade, tem levado pesquisadores de todo o mundo a estudar sua fisiopatologia, o que torna os modelos experimentais particularmente relevantes. Neste contexto, o modelo de epilepsia induzido pela pilocarpina em ratos torna-se bastante apropriado, uma vez que mimetiza os eventos comportamentais, histológicos, bioquímicos, farmacológicos e eletrofisiológicos que ocorrem na ELT. Vários estudos estão sendo realizados com o intuito de conhecer os mecanismos celulares e moleculares envolvidos nas epilepsias. No entanto, pouco se conhece a cerca da relação entre as crises epilépticas e a integridade da barreira hemato-encefálica (BHE). Realizamos estudos preliminares, utilizando o marcador Azul de Evans, e observamos aumento da permeabilidade da BHE para macromoléculas no córtex entorrinal de ratos após 30 min de status epilepticus induzido por pilocarpina. Assim sendo, os objetivos deste trabalho são: a) avaliar de forma quantitativa (através de traçadores extracelulares) a integridade da BHE em várias regiões cerebrais e no modelo de epilepsia induzido por pilocarpina em ratos; b) investigar, através de métodos imunohistoquímicos e da imunotransferência, a expressão e distribuição dos canais de água aquaporina-4 e canais de potássio retificadores de influxo tipo Kir 4.1, envolvidos no equilíbrio iônico do meio extracelular cerebral. O presente estudo permitirá estabelecer os momentos e regiões cerebrais de quebra da BHE durante a fase aguda do modelo da pilocarpina, bem como aprofundar o conhecimento dos processos histopatológicos que ocorrem no microambiente circundante à quebra da barreira. Os resultados fornecerão subsídios para futuras investigações sobre o status da BHE durante as fases latente e crônica do modelo, contribuindo para o melhor entendimento da fisiopatologia das crises epilépticas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES, NATALIA FERREIRA; PANSANI, ALINE PRISCILA; FERREIRA CARMANHAES, ELIS REGINA; TANGE, POLIANA; MEIRELES, JULIANA VIEIRA; OCHIKUBO, MAYARA; CHAGAS, JAIR RIBEIRO; DA SILVA, ALEXANDRE VALOTTA; DE CASTRO, GLAUCIA MONTEIRO; LE SUEUR-MALUF, LUCIANA. The Blood-Brain Barrier Breakdown During Acute Phase of the Pilocarpine Model of Epilepsy Is Dynamic and Time-Dependent. FRONTIERS IN NEUROLOGY, v. 10, APR 16 2019. Citações Web of Science: 2.
MENDES, NATALIA FERREIRA; NOGUEIRA MARIOTTI, FLORA FRANCA; DE ANDRADE, JOSE SIMOES; VIANA, MILENA DE BARROS; CESPEDES, ISABEL CRISTINA; NAGAOKA, MARCIA REGINA; LE SUEUR-MALUF, LUCIANA. Lactulose decreases neuronal activation and attenuates motor behavioral deficits in hyperammonemic rats. METABOLIC BRAIN DISEASE, v. 32, n. 6, p. 2073-2083, DEC 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.