Busca avançada
Ano de início
Entree

Microambiente da medula óssea e PI3K na resistência a drogas da leucemia linfóide aguda pediátrica

Processo: 08/10034-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:José Andrés Yunes
Beneficiário:José Andrés Yunes
Instituição-sede: Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr Domingos A Boldrini (CIB). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias  Leucemia linfoide  Medula óssea 

Resumo

Aproximadamente 20% a 30% das crianças com leucemia linfóide aguda (LLA) sofrem recaída da doença. As células de LLA da recaída fazem parte da mesma população de células encontrada ao diagnóstico, porém apresentam maior resistência aos quimioterápicos e por isso, as crianças que recaem da doença dificilmente são curadas (sobrevida global estimada em 40%). Entender os mecanismos de resistência à quimioterapia parece ser fundamental para o aperfeiçoamento do tratamento da LLA da recaída assim como de pacientes novos. Contribuem para a ocorrência de recaídas tanto a resistência intrínseca das células leucêmicas quanto diferenças dos pacientes relacionadas à farmacodinâmica das drogas. Além disso, embora a resistência à quimioterapia seja em grande parte determinada por fatores intrínsecos às células leucêmicas, não há duvidas de que tais fatores, atuando nas células de LLA no seu local de origem, a medula óssea, devam ser modulados pelas interações leucemia-hospedeiro. De fato, a interação dos blastos leucêmicos com as células estromais da medula óssea têm um impacto positivo sobre a sobrevivência in vitro e resistência a drogas da LLA. Métodos modernos de análise da expressão gênica global abriram novas perspectivas para a identificação de genes e processos biológicos implicados na resistência a drogas. Os 'defeitos' intrínsecos (rearranjos cromossômicos, mutações, alterações epigenética) e os estímulos do meio externo (interação LLA-estroma) parecem coincidir em seus efeitos ao estimular a via de sobrevivência celular PI3K/AKT. Em trabalho preliminar identificamos uma serie de genes da LLA modulados pela interação com células do estroma da medula óssea. Além disso, sintetizamos e avaliamos inibidores da PI3K, identificamos os genes efetores da via PI3K em linhagens celulares de LLA e descrevemos a hiperativação dessa via nas LLA primária de linhagem T. Este projeto é composto por dois subprojetos e abrange o trabalho de tese de 4 alunos de doutorado. No primeiro subprojeto, propomos estudar a função dos genes IGFBP7, KCNN4 e GPR56 na resistência a drogas da LLA, no contexto da interação leucemia-estroma. No segundo propomos buscar mutações ativadoras de PI3K no receptor da IL-7 e suas Jak quinases, quantificar níveis de PIP3 em 100 casos prospectivos de LLA e identificar genes efetores da PI3K em células primárias de LLA, buscando associações entre esses dados e a evolução clínica dos pacientes. Além disso, pretendemos avaliar se a inibição da PI3K é capaz de sensibilizar a LLA aos quimioterápicos. (AU)

Publicações científicas (9)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDES, MONICA T.; GHEZZO, MARINELLA N.; SILVEIRA, ANDRE B.; KALATHUR, RAVI K.; POVOA, VANDA; RIBEIRO, ANA R.; BRANDALISE, SILVIA R.; DEJARDIN, EMMANUEL; ALVES, NUNO L.; GHYSDAEL, JACQUES; BARATA, JOAO T.; YUNES, JOSE ANDRES; DOS SANTOS, NUNO R. Lymphotoxin-beta receptor in microenvironmental cells promotes the development of T-cell acute lymphoblastic leukaemia with cortical/mature immunophenotype. British Journal of Haematology, v. 171, n. 5, p. 736-751, DEC 2015. Citações Web of Science: 10.
MILANI, MATEUS; ALBERTONI LARANJEIRA, ANGELO BRUNELLI; DE VASCONCELLOS, JAIRA FERREIRA; BRANDALISE, SILVIA REGINA; NOWILL, ALEXANDRE EDUARDO; YUNES, JOSE ANDRES. Plasma Hsp90 Level as a Marker of Early Acute Lymphoblastic Leukemia Engraftment and Progression in Mice. PLoS One, v. 10, n. 6 JUN 11 2015. Citações Web of Science: 4.
SILVEIRA, ANDRE BORTOLINI; ALBERTONI LARANJEIRA, ANGELO BRUNELLI; LIBANIO RODRIGUES, GISELE OLINTO; LEAL, PAULO CESAR; CARDOSO, BRUNO ANTONIO; BARATA, JOAO TABORDA; YUNES, ROSENDO AUGUSTO; TONIN ZANCHIN, NILSON IVO; BRANDALISE, SILVIA REGINA; YUNES, JOSE ANDRES. PI3K inhibition synergizes with glucocorticoids but antagonizes with methotrexate in T-cell acute lymphoblastic leukemia. ONCOTARGET, v. 6, n. 15, p. 13105-13118, MAY 30 2015. Citações Web of Science: 10.
MENDES, RUI D.; SARMENTO, LEONOR M.; CANTE-BARRETT, KIRSTEN; ZUURBIER, LINDA; BUIJS-GLADDINES, JESSICA G. C. A. M.; POVOA, VANDA; SMITS, WILLEM K.; ABECASIS, MIGUEL; YUNES, J. ANDRES; SONNEVELD, EDWIN; HORSTMANN, MARTIN A.; PIETERS, ROB; BARATA, JOAO T.; MEIJERINK, JULES P. P. PTEN microdeletions in T-cell acute lymphoblastic leukemia are caused by illegitimate RAG-mediated recombination events. Blood, v. 124, n. 4, p. 567-578, JUL 24 2014. Citações Web of Science: 41.
LARANJEIRA, A. B. A.; DE VASCONCELLOS, J. F.; SODEK, L.; SPAGO, M. C.; FORNAZIM, M. C.; TONE, L. G.; BRANDALISE, S. R.; NOWILL, A. E.; YUNES, J. A. IGFBP7 participates in the reciprocal interaction between acute lymphoblastic leukemia and BM stromal cells and in leukemia resistance to asparaginase. LEUKEMIA, v. 26, n. 5, p. 1001-1011, MAY 2012. Citações Web of Science: 15.
MANSUR, MARCELA BRAGA; HASSAN, ROCIO; BARBOSA, THAYANA C.; SPLENDORE, ALESSANDRA; JOTTA, PATRICIA Y.; YUNES, JOSE ANDRES; WIEMELS, JOSEPH L.; POMBO-DE-OLIVEIRA, MARIA S. Impact of complex NOTCH1 mutations on survival in paediatric T-cell leukaemia. BMC CANCER, v. 12, JAN 6 2012. Citações Web of Science: 23.
ZENATTI, PRISCILA P.; RIBEIRO, DANIEL; LI, WENQING; ZUURBIER, LINDA; SILVA, MILENE C.; PAGANIN, MADDALENA; TRITAPOE, JULIA; HIXON, JULIE A.; SILVEIRA, ANDRE B.; CARDOSO, BRUNO A.; SARMENTO, LEONOR M.; CORREIA, NADIA; TORIBIO, MARIA L.; KOBARG, JOERG; HORSTMANN, MARTIN; PIETERS, ROB; BRANDALISE, SILVIA R.; FERRANDO, ADOLFO A.; MEIJERINK, JULES P.; DURUM, SCOTT K.; YUNES, J. ANDRES; BARATA, JOAO T. Oncogenic IL7R gain-of-function mutations in childhood T-cell acute lymphoblastic leukemia. Nature Genetics, v. 43, n. 10, p. 932-U31, OCT 2011. Citações Web of Science: 190.
SILVA, ANA; LARANJEIRA, ANGELO B. A.; MARTINS, LEILA R.; CARDOSO, BRUNO A.; DEMENGEOT, JOCELYNE; ANDRES YUNES, J.; SEDDON, BENEDICT; BARATA, JOAO T. IL-7 Contributes to the Progression of Human T-cell Acute Lymphoblastic Leukemias. Cancer Research, v. 71, n. 14, p. 4780-4789, JUL 15 2011. Citações Web of Science: 59.
JOTTA‚ PY; GANAZZA‚ MA; SILVA‚ A.; VIANA‚ MB; DA SILVA‚ MJ; ZAMBALDI‚ LJG; BARATA‚ JT; BRANDALISE‚ SR; YUNES‚ JA. Negative prognostic impact of PTEN mutation in pediatric T-cell acute lymphoblastic leukemia. LEUKEMIA, v. 24, n. 1, p. 239-242, 2009.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.