Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do consumo de hidrolisado do soro de leite no metabolismo energético e estado redox em ratos exercitados

Processo: 10/02419-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Jaime Amaya Farfan
Beneficiário:Jaime Amaya Farfan
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados: Daniela Gasparetto ; Everardo Magalhães Carneiro ; Pablo Christiano Barboza Lollo ; Thiago Martins Batista
Assunto(s):Metabolismo energético  Proteínas do leite  Soro do leite  Hidrolisados de proteína  Atividade física  Composição corporal 

Resumo

Introdução: As proteínas do soro do leite possuem alto valor nutritivo sendo, portanto, objeto de estudos sob vários aspectos. A equipe do Laboratório de Fontes Protéicas vem estudando a associação entre o consumo de proteína do soro do leite concentradas hidrolisadas (PSLCH) e atividade física e observou melhora nos tempos de exaustão, redução nos níveis de lactato, maiores reservas de glicogênio muscular, manutenção dos níveis de albumina sérica, encontramos também evidencias de que as PSLCH reduziram a atividade da glutaminase intestinal. Objetivo: avaliar o efeito do consumo das PSLCH no metabolismo energético durante a atividade física e avaliar se o poder antioxidante do PSLCH influencia a glutaminase intestinal. Métodos: 84 ratos machos, serão divididos em 3 grupos: Experimental (AIN 93-G, elaborada com as PSLCH), Controle (AIN 93-G, elaborada com concentrado do soro do leite), e Padrão (AIN 93-G) Cada dieta será subdividida em 4 grupos (n=7): sedentários, sedentários-exaustos (submetidos a exercício exaustivo), treinados (por duas semanas em esteira) e treinados-exaustos. Serão analisados: a) no gastrocnêmio: expressão dos genes CPT-1, PGC-1, PPAR alfa e PPAR delta; medição da ação antioxidante pelas enzimas SOD e catalase; dosagem das proteínas acetil-CoA carboxilase, mTOR, VEGF e BCKDH; lactato; glicogênio; determinação de aminoácidos; b) no intestino delgado: expressão do gene da glutaminase intestinal; c) no sangue: dosagens de ácido úrico, creatinina, AST, ALT, proteínas totais, albumina, triacilgliceróis, ácidos graxos livres, colesterol total, LDL e HDL; dosagem da glutationa reduzida e relação glutationa reduzida/oxidada; dosagem de insulina plasmática; determinação dos aminoácidos livres; concentração de corticosterona; d) no tecido adiposo epididimal e peritoneal: medição da massa e dosagem das proteínas lipase hormônio-sensível e lipase lipoprotéica; e) no fígado: dosagem de glicogênio e da atividade de AST e ALT; f) no coração: medição da massa do órgão e do ventrículo esquerdo, porcentagem de proteína, do glicogênio e da proteína mTOR. Análise estatística dos resultados: será utilizada a análise de variância ANOVA multivariada, com significância de p d 0,05, e teste de Tukey. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Proteínas de soro de leite hidrolisadas podem ajudar no combate à hiperglicemia 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE MOURA, CAROLINA SOARES; BARBOZA LOLLO, PABLO CHRISTIANO; MORATO, PRISCILA NEDER; CARNEIRO, EVERARDO MAGALHAES; AMAYA-FARFAN, JAIME. Whey protein hydrolysate enhances the exercise-induced heat shock protein (HSP70) response in rats. Food Chemistry, v. 136, n. 3-4, p. 1350-1357, FEB 1 2013. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.