Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos raios cósmicos de mais altas energias com o Observatório Pierre Auger

Processo: 10/07359-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Carola Dobrigkeit Chinellato
Beneficiário:Carola Dobrigkeit Chinellato
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ernesto Kemp ; Jose Augusto Chinellato ; Philippe Gouffon
Pesq. associados:Anderson Campos Fauth ; Carlos Jose Todero Peixoto ; Carlos Ourivio Escobar ; Celio Adrega de Moura Junior ; Edivaldo Moura Santos ; Fernando Catalani ; Ivone Freire da Mota e Albuquerque ; Luiz Vitor de Souza Filho ; Marcelo Augusto Leigui de Oliveira ; Marcio Aparecido Muller ; Rogerio Menezes de Almeida
Auxílios(s) vinculado(s):12/51015-5 - Raios cósmicos ultra-energéticos e o Observatório Pierre Auger, AP.R
Bolsa(s) vinculada(s):14/10460-1 - Análise de chuveiros atmosféricos extensos: física de partículas com aceleradores extraterrestres, BP.DR
13/26444-2 - Estudo da componente muônica e a sua relação com a composição nuclear dos raios cósmicos e com os modelos hadrônicos de altas energias, no Observatório Pierre Auger, BP.PD
13/23074-0 - Múons em chuveiros atmosféricos de altas energias, BP.DR
+ mais bolsas vinculadas 13/18489-6 - Estudo de composição química dos raios cósmicos de ultra-altas energias com o detector de superfície do Observatório Pierre Auger, BP.PD
13/15146-0 - Estudo de Raios Cósmicos de Ultra-Alta Energia com os dados do Observatório Pierre Auger, BP.PD
13/04993-4 - Instrumentação em detectores de radiações, BP.TT
12/15476-8 - Desenvolvimento de detectores para o experimento amiga do Observatório Pierre Auger, BP.DR
12/08590-9 - Aspectos astrofísicos de raios cósmicos de energias extremas detectados pelo Observatório Pierre Auger, BP.IC
11/15490-8 - Composição de raios cósmicos de altas energias, BP.MS
11/21943-5 - Composição de raios cósmicos de altas energias, BP.IC
07/55540-9 - Estudo do sinal gerado pela frente de chuveiros atmosféricos nos detectores de superfície do Observatório Pierre Auger, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Raios cósmicos  Observatório Pierre Auger  Astrofísica de partículas  Detecção de partículas 

Resumo

O projeto de construção e operação do Observatório Pierre Auger é uma obra desenvolvida em colaboração internacional, envolvendo pesquisadores de instituições em dezessete países. O Observatório Auger tem como objetivo principal o estudo de raios cósmicos na faixa de energias em torno e acima de 1018 eV. Presentemente, esses raios cósmicos são as partículas de mais alta energia já observadas na natureza. Os dados experimentais obtidos no Observatório permitem dar passos importantes no entendimento de origem, processos de aceleração, propagação desde as fontes até a Terra, composição e espectro energético desses raios cósmicos de energias ultra altas. Em seu projeto original, o Observatório está concebido como constituído de dois sítios, um em cada hemisfério terrestre, visando a cobertura total do céu. O sítio sul do Observatório está localizado próximo à cidade de Malargüe, na Argentina, e teve sua construção concluída em junho de 2008. Este projeto temático vem suceder ao anterior, já apoiado pela FAPESP (1999/05404-3), e tem como objetivos viabilizar a continuidade da participação de pesquisadores paulistas na Colaboração Auger, contribuir com a parcela correspondente aos pesquisadores paulistas para a operação e a manutenção do Observatório nos próximos quatro anos, viabilizar a reposição de equipamento, e também possibilitar a participação dos pesquisadores nos turnos de operação dos detectores e Reuniões de Trabalho. Igualmente, possibilitará a participação nos esforços de P&D para o Research and Development Array (RDA) para o sítio norte do Observatório Auger, localizado próximo à cidade de Lamar, CO, EUA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisadores apoiados pela FAPESP estão nos maiores avanços na Física em 2017 
Raios cósmicos ultraenergéticos têm origem extragaláctica  
Maior observatório de raios cósmicos seleciona proposta de atualização 
Nova infraestrutura de pesquisa para astrofísica de partículas na América do Sul 
Pós-doutorado em pesquisa com raios cósmicos com Bolsa da FAPESP 
Raios cósmicos são criados em supernovas 
Experimento internacional impulsiona física experimental de neutrinos no Brasil 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
A origem dos raios cósmicos 
Detectada pela primeira vez, colisão de estrelas de nêutrons inaugura nova era na astronomia 
A provável origem dos raios cósmicos ultraenergéticos 
O início e o fim dos raios cósmicos 
Raios cósmicos, ainda um enigma 
Raios cósmicos, ainda um enigma 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.