Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da qualidade parasitológica e bacteriológica entre hortaliças cultivadas com água de reuso e hortaliças cultivadas em hortas comerciais

Resumo

O mau uso e a degradação das fontes de água disponíveis vêm ocasionando a sua escassez. A utilização de água residuária tratada é uma alternativa para reduzir os gastos deste recurso nas práticas agrícolas, mas deve ser realizada de maneira que não cause problemas para a saúde pública. Hortaliças são citadas como um dos veículos de maior importância na transmissão de enteroparasitas. O objetivo deste estudo é analisar e comparar a qualidade parasitológica e bacteriológica de hortaliças irrigadas com água de reuso tratada e clorada proveniente da Estação de Tratamento de Esgotos de Ribeirão Preto (E'1'E-RP) e hortaliças comercializadas no município de Ribeirão Preto - SP. Na ETE-RP será feita uma horta para o cultivo das hortaliças que será irrigada com água de reuso da qual se coletarão 40 amostras. Serão sorteadas 40 hortas comerciais, de onde se coletará uma amostra em cada estabelecimento. Como grupo controle, serão coletadas 40 amostras de hortaliças irrigadas com água potável, cultivadas na ETE-RP. As amostras serão levadas para o Laboratório de Ecotoxicologia e Parasitologia Ambiental da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP, para análises de Cryptosporidium e Giardia lamblia pela técnica de Separação Imuno-Magnética, com uso de Microscopia de Imunofluorescência e de Contraste de Fase. Outros parasitas patogênicos serão identificados pelas Técnicas de Lutz e Faust. A análise bacteriológica será feita pela Técnica de Substrato Definido (Defined Substrate Technology - DST). Os resultados obtidos permitirão avaliar a potencialidade do reuso da água na produção de hortaliças. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)