Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação genético-ambiental nos estados depressivos pós-parto

Processo: 10/09066-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Cristina Marta Del-Ben
Beneficiário:Cristina Marta Del-Ben
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Guilherme Vanoni Polanczyk ; Heloisa Bettiol ; Marco Antonio Barbieri ; Ricardo de Carvalho Cavalli
Assunto(s):Depressão pós-parto  Fatores de risco  Polimorfismo genético  Serotonina 

Resumo

Apesar de altamente prevalente, a Depressão Pós-Parto (DPP) ainda é subdiagnosticada e subtratada. Sua etiologia é multifatorial, englobando aspectos psicossociais e biológicos. Os escassos estudos desenvolvidos até o momento que avaliaram o papell de fatores genéticos na DPP demonstraram resultados inconsistentes. A inconsistência dos resultados entre diferentes estudos pode ser decorrente do fato de que não foi levada em consideração a ocorrência de eventos estressores ambientais durante a vida e, principalmente, durante a gestação. Fatores de risco ambientais, como história psiquiátrica prévia e baixo suporte social durante a gestação, associam-se de forma consistente ao desenvolvimento de DPP. Entretanto, uma proporção significativa de mulheres expostas à ausência de suporte social durante a gestação não desenvolvem DPP. Assim, o risco de DPP em gestantes expostas a adversidades ambientais pode ser modificado conforme a predisposição genética Pretende-se, no presente estudo, a exploração ampla de vários indicadores de saúde materna e bem-estar biopsicossocial durante a gestação e suas eventuais associações com o desenvolvimento de DPP, levando-se em consideração a provável predisposição biológica, avaliada por meio de dois polimorfismos funcionais, localizados na região promotora do gene para o transportador de serotonina (5HTTLPR) e do gene para o receptor do hormônio liberador de corticotrofina (CRH1). As hipóteses a serem testadas neste estudo serão: a) a gestação e o pós-parto imediato são eventos estressores por si e indivíduos portadores de polimorfismos associados com maior vulnerabilidade biológica para a depressão estariam mais propensos a desenvolver sintomas depressivos durante a gestação e no pós-parto; b) a ocorrência de eventos estressores nos 12 meses que antecedem a gestação e/ou o parto associar-se-iam a uma maior probabilidade de desenvolvimento de sintomas depressivos durante a gestação e/ou no pós-parto, em indivíduos com maior vulnerabilidade biológica para a depressão; e c) a experiência subjetiva de estresse e a presença de sintomas depressivos e ansiosos durante a gestação associar-se-iam com maior probabilidade de desenvolvimento de sintomas depressivos durante o pós-parto, em indivíduos com maior vulnerabilidade biológica para a depressão. Estas hipóteses serão testadas em um estudo de coorte prospectivo de 3000 gestantes, selecionadas durante o pré-natal e reavaliadas entre 30 e 60 dias após o parto. Os resultados obtidos neste estudo contribuirão para a melhor compreensão da fisiopatogenia da DPP, com potencial implicação para a identificação precoce de gestantes em maior risco de desenvolver DPP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GARCIA-LEAL, CYBELE; DE REZENDE, MARCOS GONCALVES; DAS GRACAS CORSI-ZUELLI, FABIANA MARIA; DE CASTRO, MARGARET; DEL-BEN, CRISTINA MARTA. The functioning of the hypothalamic-pituitary-adrenal (HPA) axis in postpartum depressive states: a systematic review. EXPERT REVIEW OF ENDOCRINOLOGY & METABOLISM, v. 12, n. 5, p. 341-353, 2017. Citações Web of Science: 2.
FIGUEIREDO, FELIPE PINHEIRO; PARADA, ANA PAULA; DE ARAUJO, LUIZA FERREIRA; SILVA, JR., WILSON ARAUJO; DEL-BEN, CRISTINA MARTA. The Influence of genetic factors on peripartum depression: A systematic review. Journal of Affective Disorders, v. 172, p. 265-273, FEB 1 2015. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.