Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação de vitaminas C e E no estresse oxidativo associado ao ferro em indivíduos em hemodiálise

Processo: 10/08092-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Paula Garcia Chiarello
Beneficiário:Paula Garcia Chiarello
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:José Abrão Cardeal da Costa
Assunto(s):Anemia  Estresse oxidativo  Nefropatias  Doença crônica  Diálise renal  Ferro na dieta  Vitamina C  Vitamina E  Suplementos nutricionais 

Resumo

A anemia em pacientes tratados por diálise é bastante comum e inclui a deficiência de eritropoetina (Epo), tratada por reposição do hormônio e suplementações oral e endovenosa de ferro que, em sua forma livre, notadamente pode contribuir para o aumento da produção de espécies radicalares, estimulando o estresse oxidativo crônico constatado nestes pacientes. Na tentativa de diminuir este ambiente pró-oxidativo causado pelos tratamentos (de diálise e da anemia) e pela falência renal, as vitaminas C e E poderiam ser eficazes. Portanto, objetivo do presente estudo é avaliar e comparar o estresse oxidativo (protéico e lipídico) em suplementações rotineiras de ferro, e avaliar os efeitos do uso de suplementos de vitaminas C e E. Pacientes em hemodiálise, com suplementação endovenosa e oral de ferro, receberão doses orais de vitaminas C e E, isoladas e conjuntamente, por períodos de 3 meses. Serão avaliados, em momento basal e ao final dos períodos de suplementação vitamínica: dados bioquímicos rotineiros em diálise, parâmetros de quantificação de estresse oxidativo em meio lipídico e protéico, marcadores inflamatórios e vitaminas antioxidantes. O estado nutricional será avaliado por meio de dados dietéticos, bioquímicos e antropométricos. As associações serão avaliadas por testes de correlação e as diferenças entre grupos serão feitas por comparações entre médias. (AU)