Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da qualidade de polimerização, por meio de testes de microdureza, de cimento resinoso utilizado na cimentação de coroas totais confeccionadas em cerâmica sobre diferentes substratos

Resumo

Os cimentos resinosos têm sido cada vez mais utilizados na cimentação de coroas confeccionadas em cerâmica devido às suas propriedades físicas, mecânicas e estéticas. Entretanto, o grau de conversão alcançado pelos mesmos influencia suas propriedades mecânicas, de biocompatibilidade e degradação pela água e pelos ácidos bucais. Testes de microdureza podem ser aplicados para estimar o grau de conversão desses cimentos. O objetivo deste estudo será avaliar a microdureza do cimento resinoso Variolink II (Ivoclar-Vivadent, Liechtenstein) empregado na cimentação de coroas de cerâmica sobre diferentes substratos (dentina, metal e resina composta), como recomendado pelo fabricante. Serão utilizados 30 molares humanos, que após preparo da porção coronária, serão distribuídos em três grupos para a cimentação das coroas. No grupo A, as coroas serão cimentadas em dentes preparados em dentina. Nos grupos B e C as coroas serão seccionadas no nível da junção cemento-esmalte e serão confeccionados núcleos metálicos e de preenchimento em resina, respectivamente. Cada um dos grupos será subdividido em dois subgrupos para avaliação após 7 dias e 3 meses de armazenamento em água deionizada. Os espécimes serão seccionados no centro das coroas, no sentido vestíbulo-lingual, e terão suas superfícies internas polidas para realização dos testes de microdureza ao longo da linha de cimento. Os valores de microdureza serão obtidos nos terços cervical, médio e oclusal das faces vestibular e lingual e os resultados serão submetidos aos testes ANOVA a 3 critérios e de Tukey. (AU)