Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e comparação das técnicas de Nested-PCR, imunohistoquímica e hibridização in situ na detecção do Vírus Respiratório Sincicial Bovino (BRSV)

Processo: 00/06190-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2000 - 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Clarice Weis Arns
Beneficiário:Clarice Weis Arns
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças respiratórias  Técnicas de diagnóstico molecular  Rebanho 

Resumo

O vírus respiratório sincicial bovino (BRSV) é responsável por enfermidades respiratórias de grande importância na espécie bovina, causando significativas perdas econômicas no rebanho comercial. No Brasil, a prevalência de anticorpos específicos para o BRSV em soros bovinos é alta, semelhante àquela encontrada em países amplamente afetados pela doença. O diagnóstico laboratorial das infecções por BRSV é mais comumente realizado através de técnicas sorológicas, uma vez que seu crescimento em cultivos celulares ou em animais experimentais é limitado, não sendo o isolamento viral o necessário para a realização e, provavelmente, a obtenção de resultados falso-negativos. Por esses motivos, faz-se necessário o desenvolvimento de técnicas laboratoriais que detectem a partícula viral diretamente em amostras clínicas, de forma rápida, sensível e específica, proporcionando um diagnóstico preciso. O presente projeto visa ao desenvolvimento e à comparação das técnicas de imunohistoquímica, hibridização in situ e nested-PCR na detecção do BRSV em cortes (AU)