Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da magnitude dos cânceres de cabeça e pescoço potencialmente ligados ao HPV no município de São Paulo

Processo: 10/02424-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Karina de Cássia Braga Ribeiro
Beneficiário:Karina de Cássia Braga Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Amélia de Sousa Mascena Veras ; Marina de Fatima Rossi Monteiro de Paiva
Assunto(s):Neoplasias de cabeça e pescoço  Papillomavirus  Mortalidade 

Resumo

Cerca de 570.000 novos casos de câncer de cabeça e pescoço (boca, orofaringe, hipofaringe e laringe) são diagnosticados anualmente em todo o mundo, representando 5% de todos os tumores. O município de São Paulo apresenta uma alta taxa de incidência de câncer de boca e orofaringe (18,1/100.000 pra o sexo masculino e 4,1/100.000 para os sexo feminino), correspondendo à 8ª maior taxa mundial entre os homens e à 17ª para as mulheres. Entre os fatores de risco para o desenvolvimento destes cânceres, o álcool e o tabaco são os mais conhecidos e importantes. Em alguns países, tem sido registrado um aumento das taxas de incidência, particularmente entre os jovens e aqueles que não fumam e não ingerem bebidas alcoólicas. Estas tendências aumentaram o debate acerca do papel da infecção pelo papilomavírus humano (HPV) na etiologia e diversos estudos sugerem que esta infecção pode desempenhar um papel causal em um subgrupo de tumores, predominantemente na orofaringe. Nesse contexto, a avaliação da magnitude e das tendências torna-se necessária, para que no futuro seja possível avaliar o potencial impacto da vacinação contra o HPV na incidência desses cânceres. Objetivos: Este estudo tem como objetivos avaliar a magnitude dos cânceres potencialmente ligados ao HPV no município de São Paulo. Métodos: Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais que incluirá, para a análise da incidência, os casos novos de câncer de boca ou orofaringe, registrados no Registro de Câncer de Base Populacional do município de São Paulo (RCBP-SP) no período de 1997 a 2004 e, para a análise de mortalidade, os óbitos registrados no Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) para os residentes do município de São Paulo, no período de 1980 a 2007, cuja causa básica tenha sido o câncer de boca ou orofaringe. As taxas de incidência e mortalidade serão descritas para cada 100.000 habitantes, segundo localização anatômica, idade e sexo. Serão calculadas as porcentagens anuais de mudança (Annual Percent Changes - APC) nas taxas de incidência e mortalidade, através da modelagem pelo método Joinpoint, usando o ano calendário como variável regressora. A hipótese nula de que o APC=0 será rejeitada se o valor de p for menor que 0,05. As análises estatísticas serão realizadas com o auxílio dos softwares Stata para Macintosh, Microsoft Excel e Joinpoint Regression Program versão 3.3. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)