Busca avançada
Ano de início
Entree

Módulo rotâmetro eletrônico para mistura de gases medicinais e ventilador para unidade de terapia intensiva

Processo: 10/51528-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Tatsuo Suzuki
Beneficiário:Tatsuo Suzuki
Empresa:Magnamed Tecnologia Médica S/A
Município: São Paulo
Vinculado ao auxílio:05/59760-8 - Módulo rotâmetro eletrônico para mistura de gases medicinais, AP.PIPE
Assunto(s):Ventilação pulmonar  Sedação consciente  Unidades de terapia intensiva 

Resumo

O objetivo do projeto consiste em desenvolver um modulo compacto que contenha toda a parte funcional de um rotâmetro utilizado em aparelhos de anestesia ou de um ventilador do aparelho de anestesia ou de ventilador usado em terapia intensiva ou do aparelho de sedação consciente usado em odontologia todos com a mesma filosofia e partes em comum para otimização do custo. Um módulo compacto com toda a pneumática, a eletrônica e software integrados com todos os algoritmos para o funcionamento, acionamento de alarmes e dispositivos de segurança do paciente. Módulos para que empresas do ramo incorporarem nos seus equipamentos sem ter que se preocupar em desenvolver seus aparelhos integralmente. A filosofia do modulo funcional completo apresenta a grande vantagem de rápida manutenção, não deixando os equipamentos dos hospitais pararem por longo tempo, contrario do que existe na atualidade em que para qualquer reparo o fabricante leva o equipamento até a sua oficina levando muitas vezes vários meses para o conserto. Outra vantagem do modulo assim projetado é a confiabilidade, uma vez que não apresenta o emaranhado de tubos no interior de aparelhos como nos convencionais, que podem alguns destes, colapsar por dobramento obstruindo a passagem do gás, ou, apresentar vazamentos de oxigênio que causam incêndios dentro de hospitais. A quantidade enorme de tubos pelos quais os gases passam em aparelhos convencionais avolumam demasiadamente os aparelhos, e no modulo os gases percorrem caminhos muito mais curtos. Com a possibilidade de se fazer o ventilador com o modulo reduzirá o custo e amplia grandemente o mercado. Todos os fabricantes de equipamentos médicos do ramo podem utilizar o módulo, e faz parte deste projeto capacitar a equipe para dar assessorias às empresas que vão utilizá-lo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)