Busca avançada
Ano de início
Entree

Importância da relação dos ácidos graxos ômega-6/ômega-3 na alimentação

Processo: 09/14656-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Monica Roberta Mazalli
Beneficiário:Monica Roberta Mazalli
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Pesq. associados:Flávio Vieira Meirelles
Bolsa(s) vinculada(s):13/00892-9 - Importância da relação dos ácidos graxos ômega-6/ômega-3 na alimentação, BP.IC
11/18671-3 - Importância da relação dos ácidos graxos ômega-6/ômega-3 na alimentação, BP.IC
11/17945-2 - Importância da relação dos ácidos graxos ômega-6/ômega-3 na alimentação, BP.IC
Assunto(s):Coelhos  Aterosclerose  Oxidação  Ácidos graxos  Alimentação  Ácidos graxos ômega-3  Ácidos graxos ômega-6 

Resumo

O experimento será realizado no setor de Cunicultura Experimental da USP em Pirassununga - SP. Na primeira fase serão utilizados 48 coelhos machos em crescimento, da raça Nova Zelândia, mantidos em gaiolas metálicas individuais durante todo o experimento. O ensaio biológico será executado num período de 240 dias. A Fase 1 corresponderá a 120 dias de estudo, utilizando animais submetidos às seguintes dietas: com indução de hipercolesterolemia (0,5% de colesterol), com desequilíbrio na proporção de ômega-6/ômega-3 (n-6/n-3) de 15:1 e vice versa e balanço na proporção de n-6/n-3 de 4:1 (grupo controle). Serão formados 6 ensaios para a Fase 1, os quais serão divididos aleatoriamente em 6 grupos de 8 coelhos cada. Óleos de girassol e de peixe serão utilizados como fontes de ácidos graxos poliinsaturados n-6 e n-3, respectivamente. A Fase 2 corresponderá de 120 dias de estudo, seqüenciais à Fase 1 (sem interrupção). Os animais remanescentes continuarão recebendo as mesmas dietas da Fase 1, exceto no grupo B com indução de hipercolesterolemia que receberá além desta última o tratamento controle para verificar o efeito. Mensalmente, haverá coleta de sangue dos coelhos para as determinações de colesterol total, LDL e HDL-colesterol e triacilgliceróis. No final da Fase 1, quatro animais de cada grupo serão sacrificados com retirada da artéria aorta para posterior determinação de placas lipídicas e da LDL-colesterol oxidada. Dosagem de TBARS será utilizado como índice de oxidação da LDL-colesterol. No final do experimento, todas as aortas serão retiradas para mais determinações planimétricas de placas lipídicas, índice de oxidação da LDL-colesterol e verificação se o fornecimento da dieta controle (proporção de n-6/n-3 de 4:1) irá interromper ou mesmo regredir a doença aterosclerótica. Também será desenvolvida metodologia "in vitro" para avaliar a melhor relação de ácidos graxos n-6 / ácidos graxos n-3 na prevenção do desenvolvimento da aterosclerose e se as implicações destes ácidos graxos apresentam efeito direto no endotélio e/ou tecido hepático e adiposo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.