Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da fonte e dreno de fotossintatos sobre o metabolismo glicídico e nitrogenado da planta e seu reflexos nos fatores de produção da cultura do milho

Processo: 00/06235-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2000 - 30 de abril de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Jairo Osvaldo Cazetta
Beneficiário:Jairo Osvaldo Cazetta
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo  Nitrogênio  Carboidratos 

Resumo

Embora esteja bem estabelecido, pelos experimentos clássicos, quais são os fatores que limitam a produção do milho, os complexos mecanismos bioquímicos e fisiológicos envolvidos não são ainda bem conhecidos, especialmente envolvendo as relações fonte-dreno de fotossintatos. Assim, na fase de polinização serão impostos diferentes níveis de fonte (porcentagem de folhas) e de dreno (porcentagem de grãos) às plantas para avaliar o comportamento do metabolismo do nitrogênio e de carboidratos em folhas e grãos, e suas relações com o acúmulo e a partição da matéria seca, abortamento/desenvolvimento de grãos, bem como desenvolvimento e senescência das folhas. Pretende-se avaliar, nas folhas e grãos, a atividade de enzimas (sacarose sintetase, invertase solúvel e ligada, ADPG-PPase, nitrato redutase e transaminases TGO e TGP), o teor de metabólitos (N-total, N-solúvel total, aminoácidos livres, proteína solúvel, proteína bruta, carboidratos solúveis totais, açúcares redutores, sacarose e amido) e o teor de macro e micronutrientes nas folhas, caule e grãos, bem como suas relações com o desenvolvimento das espigas, dos grãos e senscência das folhas (AU)