Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do desempenho de métodos baseados em indução de fluorescência no monitoramento de lesões artificiais de cárie incipiente não cavitadas em superfícies lisas utilizando um modelo cariogênico bacteriano in vitro

Processo: 10/06855-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2011 - 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Michele Baffi Diniz
Beneficiário:Michele Baffi Diniz
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristiane Yumi Koga Ito ; Danilo Antonio Duarte ; Fernanda Lourenção Brighenti ; Maria Teresa Botti Rodrigues dos Santos ; Mariana Ferreira Leite ; Michele Baffi Diniz ; Michelle Bianchi de Moraes ; Renata de Oliveira Guaré Romano
Assunto(s):Cárie dentária  Técnicas e procedimentos diagnósticos  Fluorescência 

Resumo

O diagnostico das lesões de cárie tem se tornado uma tarefa difícil na Odontologia. Novos métodos tem sido desenvolvidos com o objetivo de auxiliar os métodos convencionais (visual e radiográfico) na detecção das lesões incipientes nas superfícies oclusais e proximais. Dentre esses novos métodos, destacam-se os baseados na medição da fluorescência induzida por luz, como o DIAGNOdent, o DIAGNOdent pen, o QLF e a câmera intra-oral VistaProof. Vários estudos in vitro e alguns in vivo tem sido realizados avaliando esses métodos em superfícies oclusais e proximais. No entanto, ainda existe uma lacuna no que se refere à avaliação do desempenho desses métodos na detecção de lesões incipientes não cavitadas em superfícies lisas. Por isso, os objetivos da presente pesquisa são: (1) desenvolver in vitro um protocolo laboratorial para indução de lesões incipientes não cavitadas em esmalte de dentes bovinos através de um modelo bacteriano cariogênico e (2) avaliar o desempenho dos métodos baseados na indução de fluorescência na detecção da presença e no monitoramento das lesões incipientes não cavitadas criadas in vitro. Serão utilizados 90 dentes bovinos, os quais serão seccionados e planificados. Será realizada a medida da microdureza inicial dos blocos de esmalte, os quais serão submetidos a um protocolo de indução de lesões incipientes não cavitadas utilizando cepas de S. mutans e S. mutans associado a L. casei. Em seguida, será realizada novamente a medida da microdureza superficial e longitudinal, além da microscopia de luz polarizada, os quais serão utilizados como padrão-ouro para a presença de lesões incipientes não cavitadas. Assim, esses dados servirão para definir o período necessário para a indução in vitro dessas lesões e tornar possível a avaliação do desempenho dos métodos baseados na indução de fluorescência na detecção da presença dessas lesões. Além disso, através desses resultados, poderão ser definidos os intervalos de avaliação das lesões (monitoramento) utilizando os respectivos métodos, objetivo (2) descrito a seguir. Nesta fase serão utilizados 40 dentes bovinos, que serão preparados conforme metodologia utilizada anteriormente. Será realizada a medida da microdureza superficial e a análise inicial dos blocos de esmalte utilizando os métodos baseados na indução de fluorescência pela luz (DIAGNOdent, DIAGNOdent pen, QLF e câmera intra-oral Vista Proof) por dois examinadores. Em seguida, os espécimes serão submetidos ao protocolo de indução de lesões incipientes não cavitadas determinado anteriormente. Novas análises serão realizadas utilizando os métodos acima citados para avaliar o desempenho desses métodos em detectar as lesões não cavitadas bem como em monitorá-las. Após a avaliação dos espécimes, será realizada a medida da microdureza superficial final e longitudinal além da microscopia de luz polarizada. A análise estatística será realizada através da análise da curva ROC, de onde serão obtidos os valores de sensibilidade, especificidade, acurácia, comparados pelo teste McNemar. A reprodutibilidade será avaliada utilizando o coeficiente de correlação intra-classe. Dependendo da normalidade dos dados, será utilizado o teste t-Student ou de Friedman para comparar os valores obtidos pelos métodos antes e após a desmineralização. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DINIZ, M. B.; CAMPOS, P. H.; SANABE, M. E.; DUARTE, D. A.; SANTOS, M. T. B. R.; GUARE, R. O.; DUQUE, C.; LUSSI, A.; RODRIGUES, J. A. Effectiveness of Fluorescence-based Methods in Monitoring Progression of Noncavitated Caries-like Lesions on Smooth Surfaces. Operative Dentistry, v. 40, n. 6, p. E230-E241, NOV-DEC 2015. Citações Web of Science: 8.
DE CAMPOS, PRISCILA HERNANDEZ; SANABE, MARIANE EMI; RODRIGUES, JONAS ALMEIDA; DUARTE, DANILO ANTONIO; BOTTI RODRIGUES SANTOS, MARIA TERESA; GUARE, RENATA OLIVEIRA; DUQUE, CRISTIANE; LUSSI, ADRIAN; DINIZ, MICHELE BAFFI. Different bacterial models for in vitro induction of non-cavitated enamel caries-like lesions: Microhardness and polarized light miscroscopy analyses. MICROSCOPY RESEARCH AND TECHNIQUE, v. 78, n. 6, p. 444-451, JUN 2015. Citações Web of Science: 6.
MORIYAMA, C. M.; RODRIGUES, J. A.; LUSSI, A.; DINIZ, M. B. Effectiveness of Fluorescence-Based Methods to Detect in situ Demineralization and Remineralization on Smooth Surfaces. Caries Research, v. 48, n. 6, p. 507-514, 2014. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.