Busca avançada
Ano de início
Entree

Agronomical and Environmental Genomes

Processo: 00/09058-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa GENOMA
Vigência: 01 de agosto de 2000 - 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Marie-Anne van Sluys
Beneficiário:Marie-Anne van Sluys
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):03/03305-5 - Agronomical & environmental genomes (AEG), BP.TT
00/15014-7 - Agronomical & Environmental Genomes, BP.TT
Assunto(s):Melhoramento genético  Mapeamento genético  Análise de sequência de DNA  Genômica  Genomas Agronômicos e Ambientais - AEG 

Resumo

O programa "Agronomical & Environmental Genomes" (AEG) está associado ao ONSA/F APESP e tem como objetivo geral contribuir com a caracterização física de diferentes genomas associados a área ambiental e agronômica. Dentro do programa foram elaborados o sequenciamento de 06 genomas (3 genomas completos bacterianos e 3 ESTs). Dentre os genomas bacterianos foram realizados o sequenciamento do genoma de uma segunda linhagem de Xylella fastidiosa causadora de "Pierce's disease"; Leifsonia xylii subsp xylii e uma linhagem de Leptospira interrogans. No caso do sequenciamento de ESTs (expressed sequence tags) gerados a partir da extremidade 5' de um cDNA, foram analisadas diferentes tecidos de eucalipto, café e boi. Além do sequenciamento, realizou-se também a caracterização do potencial das proteínas expressas propriamente dito de todos os genomas bacterianos e uma análise está em andamento no banco de EST de eucalipto (FORESTs), café (CAFESTs) e boi (BEST). A anotação dos bancos permite a caracterização de vias metabólicas potenciais inclusive de rotas ainda não estabelecidas e são hoje consideradas ferramentas essenciais para a reconstrução metabólica do organismo em estudo. O estudo comparativo entre os organismos plenamente sequenciados contribuem com o conhecimento de genes universais que garantem a vida, além da identificação daqueles que podem ser transferidos lateralmente entre espécies distantes evolutivamente porém que tenham um contato ambiental próximo. (AU)