Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da resposta imune induzida pela imunização experimental com antígenos recombinantes de Plasmodium vivax

Processo: 10/09893-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2010 - 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Irene da Silva Soares
Beneficiário:Irene da Silva Soares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Fabio Trindade Maranhão Costa
Assunto(s):Proteínas recombinantes  Plasmodium vivax  Resposta imune  Malária 

Resumo

A malária é uma das prioridades da pesquisa mundial na área de desenvolvimento de vacinas, sendo o Plasmodium vivax a espécie com maior distribuição geográfica no mundo e a mais prevalente nas Américas. Apesar de uma contínua e crescente atividade de pesquisa nessa área, ainda não existe uma vacina capaz de impedir a infecção pelo Plasmodium spp. É nossa hipótese que uma formulação vacinal eficaz para a indução de resposta imune protetora contra o P. vivax deverá conter regiões imunodominantes de antígenos de vários estágios do parasita. Este fato visa aumentar a eficiência da atividade antiparasitária e reduzir significativamente a seleção de mutantes de escape. Portanto, o nosso objetivo neste projeto é caracterizar a resposta imune induzida pela imunização experimental de camundongos com antígenos recombinantes de formas sanguíneas do P. vivax potencialmente candidatos a vacina. Teremos como foco principal domínios selecionados das proteínas Antígeno 1 de Membrana Apical (AMA-1), e Proteínas da Superfície do Merozoíta (MSP-1 e MSP-3), os quais foram caracterizados previamente pelo nosso grupo como altamente imunogênicos em infecções naturais. As imunizações serão feitas com a três proteínas separadamente ou juntas num mesmo protocolo de vacinação experimental. A análise da resposta imune induzida em camundongos será realizada pela detecção de anticorpos e células T específicas. Devido a impossibilidade de se medir a atividade antiparasitária contra o P. vivax por meio de desafios experimentais em camundongos, utilizaremos os anticorpos gerados pelas diferentes imunizações em ensaios de inibição in vitro da re-invasão de merozoítas de P. vivax em reticulócitos humanos. Este ensaio nos permitirá testar a hipótese de, se de fato, os anticorpos gerados apresentam atividade antiparasitária e se o uso de três antígenos pode ser vantajoso para aumentar a atividade da vacinação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VICENTIN, ELAINE C.; FRANCOSO, KATIA S.; ROCHA, MARIANA V.; IOURTOV, DMITRI; DOS SANTOS, FERNANDA L.; KUBRUSLY, FLAVIA S.; SAKAUCHI, MARIA A.; RAW, ISAIAS; NOSTEN, FRANCOIS; RENIA, LAURENT; RODRIGUES, MAURICIO M.; RUSSELL, BRUCE; SOARES, IRENE S. Invasion-Inhibitory Antibodies Elicited by Immunization with Plasmodium vivax Apical Membrane Antigen-1 Expressed in Pichia pastoris Yeast. Infection and Immunity, v. 82, n. 3, p. 1296-1307, MAR 2014. Citações Web of Science: 32.
BITENCOURT, AMANDA R.; VICENTIN, ELAINE C.; JIMENEZ, MARIA C.; RICCI, RICARDO; LEITE, JULIANA A.; COSTA, FABIO T.; FERREIRA, LUIS C.; RUSSELL, BRUCE; NOSTEN, FRANCOIS; RENIA, LAURENT; GALINSKI, MARY R.; BARNWELL, JOHN W.; RODRIGUES, MAURICIO M.; SOARES, IRENE S. Antigenicity and Immunogenicity of Plasmodium vivax Merozoite Surface Protein-3. PLoS One, v. 8, n. 2 FEB 14 2013. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.