Busca avançada
Ano de início
Entree

Programa Genoma Humano do Câncer - laboratório central de sequenciamento

Processo: 99/04473-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa GENOMA
Vigência: 01 de junho de 1999 - 30 de setembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: Instituto Ludwig
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira Costa
Beneficiário:Fernando Ferreira Costa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Análise de sequência de DNA  Genomas 

Resumo

O laboratório central de sequenciamento do grupo CM inclui os laboratórios CMO, CM1, CM2, CM3, e CM4. No seu conjunto o grupo produziu um total de 208009 sequências válidas assim distribuídas: CM0 - 44117, CM1 - 41509, CM2 - 41104, CM3 - 40663 e CM4 - 40616 (conforme documentos anexos). Incluindo todos os laboratórios, o rendimento médio de sequências válidas por placa de sequenciamento foi de 66.1 %. O laboratório CMO apresenta índice próximo de 85% de sequências válidas por placa de 96 amostras. É importante ressaltar que a participação com sucesso neste projeto permitiu, como previsto nos objetivos iniciais da proposta, o desenvolvimento de outras áreas de investigação diretamente derivadas do Programa Genoma do Câncer FAPESP/Ludwig. De fato, o estudo de ESTs originados no projeto e relacionados a possíveis proteínas de membrana celular deram origem ao projeto temático nº 00/12216-8 denominado "Clonagem e caracterização de novos genes humanos relacionados aos genes das proteínas do citoesqueleto celular e da família de trocadores de ânions", sob coordenação da Profª Dra. Sara TO Saad. Alguns resultados preliminares estão sendo enviados como resumo para apresentação em Congresso. Além disso, estão sendo levados a efeito o estudo dos ESTs originados de amostras de pacientes portadores de Leucemia Mielóide Crônica. Essas amostras foram obtidas em nosso laboratório, e esta análise está sendo conduzida em colaboração com o prof. Dr. Marco A. Zago do Hemocentro de Ribeirão Preto. Parte deste estudo, cujos resultados preliminares estão sendo enviados como resumo para apresentação em Congresso, constituirão a tese de doutorado do médico Fernando Lopes Alberto, sob minha orientação. Adicionalmente, estamos dando inicio ao estudo de “microarray” em neoplasias hematológicas. (AU)