Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema de cálculo atuarial: fluxos de caixa do passivo atuarial em previdência complementar

Processo: 06/56505-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de fevereiro de 2007 - 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade e Estatística Aplicadas
Pesquisador responsável:Antônio Cláudio Reis de Paiva
Beneficiário:Antônio Cláudio Reis de Paiva
Empresa:Analitix Soluções em Finanças Ltda
Município: Santana de Parnaíba
Assunto(s):Atuária  Processos de ramificação  Fluxo de caixa  Previdência privada  Fundo de pensão 

Resumo

Um dos desafios mais relevantes em previdência complementar consiste na determinação dos fluxos de caixa das contribuições a receber de todos os participantes e dos benefícios a pagar para todos os beneficiários. Para a obtenção de previsões atuariais adequadas, deve-se levar em consideração um conjunto de características individuais de cada participante: sua idade, seu número de dependentes, seu salário, dentre outras. Através desses parâmetros, é possível estimar por quanto tempo este indivíduo permanecerá contribuindo para o plano (e com que montante), quando se aposentará, quando falecerá (situação que, em alguns planos, implica em pagamento de pensão aos seus dependentes), e por quanto tempo seus dependentes receberão pensão. O projeto de pesquisa tem como objetivo desenvolver uma ferramenta de cálculo atuarial baseado em processos de ramificação, na qual os valores esperados de contribuição e/ou benefício de cada participante são calculados explicitamente, com base nos parâmetros individuais do participante. Os fluxos de caixa esperados são computados através de funções recursivas que descrevem o processo de ramificação, evitando assim diversas aproximações que são utilizadas pelos métodos atuariais tradicionais. Essas funções recursivas também fornecem um cálculo direto da variância do fluxo de caixa e outras estatísticas. Essa ferramenta ainda apresenta várias outras características inovadoras, como a consideração de todos esses aspectos individuais a cada participante, a determinação dos fluxos conforme seu evento gerador, e a análise de sensibilidade, como a determinação dos efeitos no perfil do fluxo de caixa de alterações na curva de taxas de juros, mas tábuas de sobrevivência, nas premissas de evolução salarial e da população do plano ou nas taxas de contribuição. (AU)