Busca avançada
Ano de início
Entree

As áreas cársticas de São Desidério, serra do Ramalho (sudoeste da Bahia) e São Domingos (nordeste de Goiás) representam hot spots de biodiversidade? Análise das comunidades cavernícolas e critérios para sua proteção

Processo: 10/08459-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2010 - 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Maria Elina Bichuette
Beneficiário:Maria Elina Bichuette
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade  Ecossistemas  Fauna  Cavernas 

Resumo

O ambiente subterrâneo comporta uma fauna de alta originalidade, caracterizada por uma moderada diversidade específica e uma extrema riqueza em táxons endêmicos e filogeneticamente isolados. O Brasil oferece um grande potencial de interesse científico na área da biologia subterrânea, com importantes desdobramentos para a conservação destes frágeis ecossistemas. O presente projeto visa comparar detalhadamente a biodiversidade subterrânea de ambientes terrestres e aquáticos em três áreas cársticas brasileiras - São Desidério e Serra do Ramalho (sudoeste da Bahia) e São Domingos (nordeste de Goiás), com interesse especial na questão da relevância versus visibilidade (conspicuidade) da fauna, realizando, para este fim, amostragens da fauna intersticial. As três regiões propostas representam áreas ricas em cavernas, com grandes extensões de calcário, extremamente promissoras do ponto vista biológico, sendo que pesquisas prévias indicaram uma riqueza elevada de espécies subterrâneas, possivelmente representando hot spots ("pontos quentes") de diversidade biológica. Existem problemas em relação à proteção legal existente em cada uma destas áreas: a região de São Domingos (nordeste de Goiás) possui um Parque criado há cerca de 13 anos (PETER), mas sem nenhuma proposta de Plano de Manejo e um fluxo turístico elevado e, a região de São Desidério e Serra do Ramalho (sudoeste Baiano) não possuem nenhum tipo de proteção legal. Ainda, o sudoeste Baiano representa a região mais ameaçada das três aqui focadas, sendo a fronteira agrícola brasileira mais recente, sofrendo grandes desmatamentos de sua vegetação original, constituída pelo Cerrado e Caatinga (culturas de algodão, milho e soja). O projeto terá duração de dois anos, compreendendo 20 meses de estudo de campo em cada uma das três regiões a serem investigadas, quando a fauna aquática e terrestre será monitorada em cavernas selecionadas. Os 20 meses de estudo em cada região serão intercalados, com previsão de oito (8) viagens periódicas (de 15-20 dias cada uma). As três regiões serão investigadas em uma mesma viagem, devido proximidade das áreas cársticas. Pretende-se responder as seguintes perguntas: 1. As três regiões representam de fato hot spots de fauna subterrânea? 2. A biodiversidade subterrânea regional está relacionada ao grau de proteção legal dos ambientes subterrâneos ou a fatores históricos (eventos possíveis de isolamento da fauna)? 3. Utilizando-se de critérios científicos propostos pela IUCN e critérios propostos em legislação ambiental (Instrução Normativa de 20 de agosto de 2009, Decreto 6640), quais são as estratégias para o estabelecimento de Planos de Ação que efetivamente visem a proteção da fauna subterrânea nas três regiões estudadas? Para tal serão efetuados levantamentos faunísticos em diferentes hábitats subterrâneos terrestres, (bancos de sedimentos, substrato rochoso, depósitos de guano, etc.) e aquáticos (rios, hábitats freáticos, epicarste), utilizando uma variedade de aparatos de coleta, além de coletas no ambiente superficial no entorno de cada caverna, fornecendo assim dados para comparação; serão utilizados métodos robustos para a verificação dos padrões de biodiversidade regional, revelados por mapeamentos dos dados coletados, acrescidos àqueles já existentes na literatura; investigação da importância relativa entre a fauna epicárstica e de outros hábitats subterrâneos aquáticos, focando um contraste rigoroso entre visibilidade (conspicuidade) e relevância no estabelecimento de valores para conservação; serão verificadas a distribuição de espécies troglóbias selecionadas pela sua relevância evolutiva (espécies relictas e/ou raras). Variáveis ambientais dos ambientes terrestre e aquático serão obtidas concomitantemente às coletas para correlação com os dados bióticos. Espera-se propor aqui um método para caracterizar padrões de biodiversidade regional, levando-se em consideração a singularidade da fauna em cada caverna, caso ela exista. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Diversidade funcional de tatuzinhos em cavernas surpreende pesquisadores 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Vida subterrânea 

Publicações científicas (19)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMPOS-FILHO, IVANKLIN SOARES; FERNANDES, CAMILE SORBO; CARDOSO, GIOVANNA MONTICELLI; BICHUETTE, MARIA ELINA; AGUIAR, JOSE OTAVIO; TAITI, STEFANO. New species and new records of terrestrial isopods (Crustacea, Isopoda, Oniscidea) of the families Philosciidae and Scleropactidae from Brazilian caves. EUROPEAN JOURNAL OF TAXONOMY, v. 606, p. 1-38, FEB 20 2020. Citações Web of Science: 0.
FERNANDES, CAMILE SORBO; CAMPOS-FILHO, IVANKLIN SOARES; ARAUJO, PAULA BEATRIZ; BICHUETTE, MARIA ELINA. Synopsis of terrestrial isopods (Crustacea: Isopoda: Oniscidea) from Brazilian caves, with emphasis on new records from north, midwest, northeast and southeast regions. Journal of Natural History, v. 53, n. 17-18, p. 1095-1129, MAY 11 2019. Citações Web of Science: 0.
VON SCHIMONSKY, DIEGO MONTEIRO; BICHUETTE, MARIA ELINA. Distribution of cave-dwelling pseudoscorpions (Arachnida) in Brazil. JOURNAL OF ARACHNOLOGY, v. 47, n. 1, p. 110-123, APR 2019. Citações Web of Science: 3.
CAMPOS-FILHO, IVANKLIN SOARES; FERNANDES, CAMILE SORBO; CARDOSO, GIOVANNA MONTICELLI; BICHUETTE, MARIA ELINA; AGUIAR, JOSE OTAVIO; TAITI, STEFANO. Two new species and new records of terrestrial isopods (Crustacea, Isopoda, Oniscidea) from Brazilian caves. Zootaxa, v. 4564, n. 2, p. 422-448, MAR 6 2019. Citações Web of Science: 1.
BICHUETTE, MARIA ELINA; SIMOES, LUIZA BERTELLI; ZEPON, TAMIRES; VON SCHIMONSKY, DIEGO MONTEIRO; GALLAO, JONAS EDUARDO. Richness and taxonomic distinctness of cave invertebrates from the northeastern state of Goias, central Brazil: a vulnerable and singular area. SUBTERRANEAN BIOLOGY, v. 29, p. 1-33, JAN 3 2019. Citações Web of Science: 2.
BERTANI, ROGERIO; VON SCHIMONSKY, DIEGO M.; GALLAO, JONAS E.; BICHUETTE, MARIA E. Four new troglophilic species of Loxosceles Heinecken & Lowe, 1832: contributions to the knowledge of recluse spiders from Brazilian caves (Araneae, Sicariidae). ZOOKEYS, n. 806, p. 47-72, DEC 13 2018. Citações Web of Science: 1.
GALLO, JESSICA SCAGLIONE; BICHUETTE, MARIA ELINA. Is there correlation between photophobia and troglomorphism in Neotropical cave millipedes (Spirostreptida, Pseudonannolenidae)?. ZOOMORPHOLOGY, v. 137, n. 2, p. 273-289, JUN 2018. Citações Web of Science: 1.
ZEPON, TAMIRES; BICHUETTE, MARIA ELINA. Influence of substrate on the richness and composition of Neotropical cave fauna. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 89, n. 3, p. 1315-1328, JUL-SEP 2017. Citações Web of Science: 3.
RIZZATO, PEDRO PEREIRA; BICHUETTE, MARIA ELINA. The Laterosensory Canal System in Epigean and Subterranean Ituglanis (Siluriformes: Trichomycteridae), With Comments About Troglomorphism and the Phylogeny of the Genus. Journal of Morphology, v. 278, n. 1, p. 4-28, JAN 2017. Citações Web of Science: 4.
Influence of substrate on the richness and composition of Neotropical cave fauna. Anais da Academia Brasileira de Ciências, n. ahead, p. -, 2017.
TAMIRES ZEPON; MARIA ELINA BICHUETTE. Influence of substrate on the richness and composition of Neotropical cave fauna. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 89, n. 3, p. -, Set. 2017.
PIRES DE PAULA, CAIO CESAR; MONTOYA, QUIMI VIDAURRE; RODRIGUES, ANDRE; BICHUETTE, MARIA ELINA; REGALI SELEGHIM, MIRNA HELENA. TERRESTRIAL FILAMENTOUS FUNGI FROM GRUTA DO CATAO (SAO DESIDERIO, BAHIA, NORTHEASTERN BRAZIL) SHOW HIGH LEVELS OF CELLULOSE DEGRADATION. JOURNAL OF CAVE AND KARST STUDIES, v. 78, n. 3, p. 208-217, DEC 2016. Citações Web of Science: 1.
RODRIGUES, HIGOR D. D.; FIGUEIREDO MOREIRA, FELIPE FERRAZ. Four new species of Paravelia (Hemiptera: Heteroptera: Veliidae) from Brazil, with notes on previously described species. CANADIAN ENTOMOLOGIST, v. 148, n. 6, p. 642-667, DEC 2016. Citações Web of Science: 2.
FERNANDES, CAMILE SORBO; BATALHA, MARCO ANTONIO; BICHUETTE, MARIA ELINA. Does the Cave Environment Reduce Functional Diversity?. PLoS One, v. 11, n. 3 MAR 22 2016. Citações Web of Science: 15.
SOUZA, STELLA; MORAIS, ANA LAURA; BICHUETTE, MARIA ELINA; LEAL-ZANCHET, ANA. Two new species of freshwater flatworms (Platyhelminthes: Tricladida: Continenticola) from South American caves. Zootaxa, v. 4092, n. 1, p. 107-121, MAR 15 2016. Citações Web of Science: 6.
A. L. MARTINS; J. E. GALLÃO; M. E. BICHUETTE; E. F. SANTOS. The first record of Notocyphus tyrannicus Smith, (Hymenoptera: Pompilidae) as parasitoid of Acanthoscurria Ausserer, 1871 (Teraphosidae: Teraphosinae). Brazilian Journal of Biology, v. 76, n. 3, p. 806-807, Set. 2016.
SIMONE, LUIZ RICARDO L. THREE NEW SPECIES OF KORA (PULMONATA, ORTHALICIDAE) FROM BAHIA AND MINAS GERAIS, BRAZIL. JOURNAL OF CONCHOLOGY, v. 42, n. 1, p. 51-56, APR 2015. Citações Web of Science: 2.
RIZZATO, PEDRO PEREIRA; BICHUETTE, MARIA ELINA. Ituglanis boticario, a new troglomorphic catfish (Teleostei: Siluriformes: Trichomycteridae) from Mambai karst area, central Brazil. Zoologia, v. 31, n. 6, p. 577-598, DEC 2014. Citações Web of Science: 11.
CAMPOS-FILHO, IVANKLIN SOARES; ARAUJO, PAULA BEATRIZ; BICHUETTE, MARIA ELINA; TRAJANO, ELEONORA; TAITI, STEFANO. Terrestrial isopods (Crustacea: Isopoda: Oniscidea) from Brazilian caves. Zoological Journal of the Linnean Society, v. 172, n. 2, p. 360-425, OCT 2014. Citações Web of Science: 28.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.