Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do modo de aplicação e do número de queimas de cerâmicas feldspáticas no comportamento mecânico de espécimes cerâmicos bilaminados

Processo: 10/50879-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2010 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Marco Antonio Bottino
Beneficiário:Marco Antonio Bottino
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Porcelana dentária  Feldspato  Sinterização 

Resumo

O objetivo deste trabalho será avaliar a influência do protocolo de aplicação (camadas estratificadas vs injeção) e de sinterização (número de queimas) da cerâmica de cobertura (V9) sobre a subestrutura cerâmica na resistência à microtração de espécimes cerâmicos. Para isso, serão confeccionados 100 blocos de cerâmica YZ, com dimensão de 1 cm2, após sinterização. Para a avaliação do número de queimas, os blocos receberão a cerâmica de cobertura, e serão submetidos a 1, 2, 3, 4 ou 5 queimas (OJL, Q2, Q3, 04 e Q5, respectivamente) (n=10). Para avaliação do protocolo de aplicação, 10 blocos receberão aplicação de cerâmica injetável VITA PM9, e 40 blocos receberão aplicação de VM9, que serão subdivididas em: Cl- aplicação única de 10 mm de espessura; C2- aplicação de 2 camadas de 5 mm de espessura; C3- aplicação de 3 camadas de aproximadamente 3 mm de espessura (n=10), resultando em aproximadamente 10 mm de espessura em todos os corpos-de-prova. Através de uma máquina de corte, serão obtidos corpos de prova em forma de barra, de secção aproximada de 1 mm2, para realização do teste de microtração em máquina universal de testes. A resistência adesiva será calculada em função da carga necessária para fratura e área do corpo de prova. O tipo de falha será analisado em microscopia óptica (40 x), e os dados serão submetidos à análise estatística adequada. Acredita-se que um maior número de queimas promova diminuição nos valores de resistência de união, que a cerâmica prensada apresentará melhores resultados compara à injetável, e que o numero de incrementos utilizados para se atingir 10 mm de espessura não causará alteração na tensão residual na interface subestrutura/cobertura. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACEDO, VANESSA CRUZ; ANAMI, LILIAN COSTA; DE MELO, RENATA MARQUES; BOTTINO, MARCO ANTONIO; VALANDRO, LUIZ FELIPE. Effect of the Layering Technique on Bond Strength and Cohesive Resistance of a Porcelain-Zirconia System. Journal of Adhesive Dentistry, v. 16, n. 1, p. 57-62, 2014. Citações Web of Science: 4.
TRINDADE, FLAVIA Z.; AMARAL, MARINA; MELO, RENATA M.; BOTTINO, MARCO A.; VALANDRO, LUIZ FELIPE. Zirconia-Porcelain Bonding: Effect of Multiple Firings on Microtensile Bond Strength. Journal of Adhesive Dentistry, v. 15, n. 5, p. 467-472, 2013. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.