Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficácia do fármaco firocoxib na artrite induzida por lipopolissacarídeo em equinos

Processo: 10/10992-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Antonio de Queiroz Neto
Beneficiário:Antonio de Queiroz Neto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Guilherme de Camargo Ferraz
Assunto(s):Claudicação intermitente  Ciclo-oxigenase 2  Artrite experimental  Equinos 

Resumo

A claudicação é uma condição comum em equinos e a principal causa de perdas econômicas em animais atletas. Sinovites e artrites são frequentemente tratadas pela administração de antiinflamatórios não esteroidais os quais inibem a enzima ciclooxigenase (COX-1 e COX- 2). A COX-1 é expressa constitutivamente nos tecidos do organismo e atua basicamente em funções fisiológicas, enquanto a COX-2 é uma enzima induzida principalmente por ocasião de estímulos inflamatórios. Os inibidores mais seletivos da COX-2 foram desenvolvidos baseando-se na hipótese de que estas substâncias podem reduzir a dor e inflamação sem causar os efeitos deletérios ao organismo como os danos a integridade da mucosa gástrica. O objetivo deste estudo é comparar o efeito antiinflamatório do fármaco rotineiramente utilizado em enfermidades ortopédicas dos equinos, COX não seletivo, fenilbutazona, com o fármaco inibidor mais seletivo da COX 2, firocoxib, na artrite induzida por lipopolissacarídeo em equinos. Dois grupos (n=6) receberão fenilbutazona (4mg/kg) ou firocoxib (0,1mg/kg) via oral, uma vez ao dia, 2 horas após a indução da lesão na articulação metacarpofalangiana. A eficácia das drogas será avaliada mediante exame clínico, termográfico, ultrassonográfico, análise do líquido sinovial e análise do andamento. Para todas as analises estatísticas realizadas, será estabelecido nível de significância de 5%. (AU)