Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de imagens hiperespectrais de alta resolução espacial no reconhecimento remoto de espécies da flora no Sudeste do Brasil: desenvolvimento metodológico e aplicação potencial na geobotânica

Processo: 10/51758-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2010 - 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Teodoro Isnard Ribeiro de Almeida
Beneficiário:Teodoro Isnard Ribeiro de Almeida
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geologia ambiental  Vegetação  Florestas  Espectrometria  Sensoriamento remoto 

Resumo

O reconhecimento de espécies em florestas tropicais a partir de imagens de sensores hiperespectrais de alta resolução espacial é feito recente, que deverá revolucionar estudos florestais e geobotânicos. A pesquisa proposta conta com um pioneiro mosaico de imagens hiperespectrais do sensor aerotransportado SpecTIR LCC, com resolução espectral de aproximadamente 10nm, com 357 bandas contíguas entre 350 e 2.456nm e resolução espacial de 1 m: as imagens foram obtidas no início da primeira temporada de um sensor deste tipo no Brasil. A área imageada compreende parte da Estação Ecológica de Mogi Guaçu e entorno e apresenta formações de Floresta Estacional Semidecidual (FES) e de Cerrado "sensu latu" (CSL) em diferentes estágios sucessionais. Há ainda um arboreto com mais de 1.000 espécies. Serão caracterizadas espectralmente espécies emergentes em FES, arbustivo-arbóreas frequentes em fisionomias de CSL, incluindo espécies de interesse medicinal, lianas e exóticas invasoras em ambientes naturais da Unidade de Conservação, seguindo-se testes de métodos para classificação das mesmas. Será estabelecida metodologia para identificação das diferentes formações de FES, fisionomias e estágios sucessionais de CSL e padrões e desvios na distribuição de espécies, informações essenciais para geobotânica, pois a resposta da vegetação a condições geoquímicas anômalas é geralmente expressa pela presença de espécies indicadoras e/ou variação nu biodiversidade. Será verificada a dissimilaridade florística sobre as diferentes unidades geológicas e pedológicas da área. Será realizada, complementarmente, espectrometria por reflexão de folhas, visando identificar a estação ideal para o reconhecimento das espécies em imagens hiperespectrais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DO AMARAL, CIBELE HUMMEL; RIBEIRO DE ALMEIDA, TEODORO ISNARD; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO; ROBERTS, DAR A.; FRASER, STEPHEN JAMES; ALVES, MARCOS NOPPER; BOTELHO, MORENO. Characterization of indicator tree species in neotropical environments and implications for geological mapping. REMOTE SENSING OF ENVIRONMENT, v. 216, p. 385-400, OCT 2018. Citações Web of Science: 0.
AMARAL, CIBELE H.; ROBERTS, DAR A.; ALMEIDA, TEODORO I. R.; SOUZA FILHO, CARLOS R. Mapping invasive species and spectral mixture relationships with neotropical woody formations in southeastern Brazil. ISPRS JOURNAL OF PHOTOGRAMMETRY AND REMOTE SENSING, v. 108, p. 80-93, OCT 2015. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.