Busca avançada
Ano de início
Entree

Unidades fisionômico-ecológicas associadas aos remanescentes da cobertura vegetal natural

Resumo

Serão elaboradas cartas georreferenciadas contendo a vegetação potencial de acordo com as unidades fisionômico- ecológicas (tipos de vegetação) desenvolvidas pelo Projeto Radambrasil. Esse levantamento será associado ao Inventário Florestal de São Paulo (1993) desenvolvido na escala 1:50.000, com o mapeamento e a quantificação da vegetação natural remanescente e os estádios dos cultivos florestais (reflorestamento), devidamente atualizados através de imagens orbitais recentes. As fitofisionomias consideradas naquela oportunidade (mata, capoeira, cerrado, cerradão, campo cerrado, campo, vegetação de várzea, mangue e restinga) serão detalhadas dentro do conceito das unidades fisionômico-ecológicas do citado projeto. No caso das florestas cultivadas, será possível a realização de estudos sobre a implantação dessas florestas nos espaços antes ocupados por ecossistemas naturais. A atualização do levantamento da vegetação natural, a partir do Inventário Florestal de São Paulo (1993), e a elaboração de respectiva base digital georreferenciada já se constituem objetivos do Programa Biota-FAPESP, especificamente dos projetos FAPESP 98/05251-0 (Viabilidade de conservação de fragmentos remanescentes de Cerrado em São Paulo) e FAPESP 98/05117-1 (Desenvolvimento de um sistema de informação ambiental para o Programa Biota-FAPESP). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)