Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos antitumorais e apoptóticos de peptídeos obtidos da beta-caseína bovina INKKI e YPVPQFTE e seus análogos e mastoparanos isolados de veneno de vespa em modelos de melanomas experimentais

Processo: 10/51077-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Ivo Lebrun
Beneficiário:Ivo Lebrun
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias  Melanoma  Caseínas  Peptídeos 

Resumo

O melanoma é um tipo de neoplasia que surge pela proliferação sem controle dos melanoblastos, células precursoras dos melanócitos, que são responsáveis pela produção do pigmento da pele. Embora represente apenas 4% dos tipos de câncer de pele, o melanoma é considerado o mais grave devido à sua alta capacidade metastática. Podem ocorrer em qualquer ponto da derme ou no leito ungueal, mesmo em locais não diretamente expostos ao sol, como os olhos, membranas mucosas (boca e genitais), ou dos órgãos internos (ELLERHORST et al., 2004). Os produtos da digestão proteolítica de diversos alimentos e a degradação de macromoléculas endógenas, além de suprirem o organismo com aminoácidos essenciais e nitrogênio orgânico, são capazes de gerar vários peptídeos bioativos, os quais nessas últimas décadas vêm sendo estudados e caracterizados em diversos sistemas biológicos (SCHLINME; MEISEL, 1995; para revisão ver PIMENTA e LEBRUN, 2007). Estudos anteriores em nosso Laboratório foram isolados, caracterizados e sintetizados os peptídeos INKKI e YPVEPFTE. O primeiro peptídeo possui atividade potenciadora da bradicinina, aumento em até 80% a fagocitose dos macrófagos residentes peritoniais de camundongos e aumento na liberação de H2O2 por macrófagos (LEBRUN et al. 2004); enquanto o segundo, apresenta uma importante atividade potenciadora de bradicinina por um mecanismo que não envolve a enzima conversora de bradicinina (LEBRUN et al., 1995). Recentemente foi verificada a ação destes peptídeos sobre células tumorais de melanoma (AZEVEDO, RA, dissertação de Mestrado, AZEVEDO RA et al, submetido) onde ambos atuaram apenas nas células tumorais e não nas células controle (normais) foi observado também a redução dos tumores em modelos " in vivo". O presente projeto irá analisar as modificações na distribuição das células tumorais, nas fases do ciclo celular e expressão da caspase-3, 8, 9, Ki67, PCNA, Ciclina D1, Bcl-2 por citometria de fluxo e as proporções de células mortas por necrose e ou apoptose Anexina V/PI; avaliar as alterações no potencial mitocondrial in vitro e in vivo e o potencial redox mitocondrial por citometria de fluxo de modo a obter os prováveis mecanismos de ação destes peptídeos em células tumorais de melanoma, e sua efetividade em in vitro e in vivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE AZEVEDO, RICARDO A.; FIGUEIREDO, CARLOS R.; FERREIRA, ADILSON K.; MATSUO, ALISSON L.; MASSAOKA, MARIANA H.; GIROLA, NATALIA; AUADA, ALINE V. V.; FARIAS, CAMYLA F.; PASQUALOTO, KERLY F. M.; RODRIGUES, CECILIA P.; BARBUTO, JOSE A.; LEVY, DEBORA; BYDLOWSKI, SERGIO P.; DE SA-JUNIOR, PAULO L.; TRAVASSOS, LUIZ R.; LEBRUN, IVO. Mastoparan induces apoptosis in B1 6F10-Nex2 melanoma cells via the intrinsic mitochondrial pathway and displays antitumor activity in vivo. Peptides, v. 68, p. 113-119, JUN 2015. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.