Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do comportamento de células Th1, Th2, Th17 e T regulatórias no lúpus eritematoso sistêmico em geral e na nefropatia lúpica em particular

Processo: 10/51088-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Luiz Eduardo Coelho Andrade
Beneficiário:Luiz Eduardo Coelho Andrade
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Lúpus eritematoso sistêmico  Apoptose  Linfócitos T 

Resumo

O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença inflamatória crônica pertencente ao grupo das doenças reumáticas autoimunes sistêmicas, caracterizando-se por apresentar as mais variadas manifestações clínicas e laboratoriais. Alterações do sistema imunológico são freqüentemente observadas, subpopulações linfocitárias efetoras e regulatórias parecem estar desreguladas e assim contribuem ativamente para fisiopatologia do LES. A citometria de fluxo multicolor é uma ferramenta extraordinária no estudo minucioso das células do sistema imune, permitindo a visualização simultânea de diversos parâmetros, tais como: ativação celular, morte celular programada, fatores de transcrição, receptores de migração, marcadores de proliferação, etc. A inflamação crônica, ativação celular e apoptose exacerbada são fenômenos biológicos comumente observados no LES, no entanto poucos estudos avaliaram precisamente, em subtipos celulares Th1, Th2, Th17 e T regulatórias (TREG), a influência de fatores presentes no soro sobre estes mecanismos. Recentes estudos têm demonstrado que o soro de pacientes com LES pode induzir apoptose em culturas de linfócitos e as diversas subpopulações possuem susceptibilidade diferenciada para este processo. Um dos objetivos deste estudo é avaliar, com o advento da citometria de fluxo de 8 cores (multicolor), o comportamento fenotípico e funcional in vitro das subpopulações celulares Th1, Th2, Th17 e TREG cultivadas na presença ou na ausência de soro humano de paciente com LES e na presença ou na ausência de células apoptóticas, bem como o efeito do congelamento e descongelamento pré-cultivo sobre as características destas células. Será avaliado também o efeito indutor de apoptose in vitro destes mesmos fatores sobre as populações celulares Th1, Th2, Th 17 e TREG. Além da ampla avaliação fenotípica e funcional dos subtipos linfocitários no LES, este estudo contempla uma avaliação imunológica detalhada das diferentes subpopulações de linfócitos T CD4+ (Th1, Th2, Th17 e TREG) nas diversas formas de nefrite lúpica (NL). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Congelar células do sangue pode enviesar resultados em estudos sobre lúpus 
Freezing of blood cells can bias results of lupus studies 
El congelamiento de células de sangre puede alterar los estudios sobre el lupus 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MESQUITA, JR., D.; MASTROIANNI KIRSZTAJN, G.; FRANCO, M. F.; REIS, L. A.; PERAZZIO, S. F.; MESQUITA, F. V.; DA SILVA FERREIRA, V.; COELHO ANDRADE, L. E.; SILVA DE SOUZA, A. W. CD4(+) T helper cells and regulatory T cells in active lupus nephritis: an imbalance towards a predominant Th1 response?. CLINICAL AND EXPERIMENTAL IMMUNOLOGY, v. 191, n. 1, p. 50-59, JAN 2018. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.