Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão taxonômica, filogenia e filogeografia do complexo de espécies Hypostomus ancistroides (Ihering, 1911) (Siluriformes, Loricariidae), nas bacias do Alto Rio Paraná e Rio Ribeira de Iguape

Processo: 10/07149-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Mario Cesar Cardoso de Pinna
Beneficiário:Mario Cesar Cardoso de Pinna
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Claudio de Oliveira ; Cláudio Henrique Zawadzki ; Pedro Hollanda Carvalho
Assunto(s):Peixes  Filogenia  Filogeografia 

Resumo

O complexo de espécies Hypostomus ancistroides (Ihering 1911) ocorre em bacias do sistema do alto rio Paraná e na bacia costeira do rio Ribeira de Iguape. Trabalhos taxonômicos recentes evidenciam um considerável grau de diferenciação e endemismo entre as bacias do alto rio Paraná, sugerindo uma interessante história evolutiva. Entretanto, esse tema não foi ainda abordado em profundidade. Os objetivos desse projeto são i) revelar e descrever novas espécies de Hypostomus pertencentes ao complexo de espécies Hypostomus ancistroides, através de análises filogenéticas e revisão taxonômica; ii) identificar processos naturais relacionados à diversificação deste complexo de espécies. Para executar tais tarefas, 400 amostras de tecidos para análises moleculares e 1000 exemplares preservados para análises morfológicas foram reunidos. Essa amostragem abrange 170 localidades, cobrindo toda a area de distribuição reconhecida em literatura para este grupo. Este projeto será executado em duas etapas. Na primeira etapa, análises filogenéticas e filogeográficas serão realizadas, baseadas em seqüências nucleotídicas dos seguintes marcadores: ATP sintase 6 & 8 (mitocondrial) e F-Reticulon-4 (nuclear). Resultados filogenéticos são fundamentais para revelar as diferentes espécies e suas respectivas áreas de distribuição. As análises filogeográficas visam identificar processos naturais ligados à ruptura de fluxo gênico e subsequente especiação, como eventos vicariantes ou processos de dispersão e colonização. As análises filogenéticas utilizarão os métodos de maxima parsimônia e máxima verossimilhança. Na segunda etapa do projeto, análises morfológicas dos táxons envolvidos na problemática do complexo de espécies em questão serão executadas, com a descrição de novas espécies e confecção de uma chave taxonômica de identificação. A disponibilidade de uma extensa série de amostras para análises moleculares associadas aos seus respectivos espécimes, proporciona uma rara oportunidade para estudos em sistemática. Espera-se com as análises moleculares, construir um quadro da estruturação das distribuições geográficas das espécies que, por sua vez, subsidiará a interpretação sobre variação morfológica, permitindo assim a elaboração de um estudo integrando dados morfológicos e moleculares sobre a biodiversidade de peixes neotropicais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, PEDRO HOLLANDA; QUEIROZ LIMA, SERGIO MAIA; ZAWADZKI, CLAUDIO HENRIQUE; OLIVEIRA, CLAUDIO; DE PINNA, MARIO. Phylogeographic patterns in suckermouth catfish Hypostomus ancistroides (Loricariidae): dispersion, vicariance and species complexity across a Neotropical biogeographic region. MITOCHONDRIAL DNA, v. 27, n. 5, p. 3590-3596, 2016. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.