Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural e funcional de uma proteína isolada do plasma de serpentes Bothrops jararaca, relacionada ao cininogênio de alto peso molecular de mamíferos

Processo: 10/09002-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Luis Roberto de Camargo Gonçalves
Beneficiário:Luis Roberto de Camargo Gonçalves
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernanda Calheta Vieira Portaro ; Luiz Roberto Giorgetti de Britto ; Sandra Coccuzzo Sampaio Vessoni
Assunto(s):Serpentes  Bothrops jararaca  Toxinas  Venenos de origem animal  Cininogênios  Metaloproteases 

Resumo

O plasma da serpente Bothrops jararaca é rico em inibidores de proteases, alguns dos quais com atividade inibitória sobre toxinas presentes no veneno de serpentes da mesma espécie. Um desses inibidores apresenta massa molecular de 110 kDa, é um potente inibidor de cisteíno-proteases e libera um peptídeo que induz contração de musculatura lisa homóloga. Por estas características, essa proteína, denominada BjHK (Bothrops jararaca High Molecular Weight Kininogen), foi relacionada ao cininogênio de alto peso molecular de mamíferos. Além dessas propriedades, verificou-se que essa proteína inibe metaloproteases presentes no veneno de B. jararaca. Esse efeito também foi observado no cininogênio de alto peso molecular humano e correlacionado a porções do domínio 5 dessa proteína. O objetivo do presente projeto será procurar possíveis homologias entre a BjHK e o cininogênio humano, através da análise estrutural do BjHK por sequência de aminoácidos e espectrometria de massa. Além disso, também serão estudadas na BjHK possíveis atividades inibitórias sobre agregação plaquetária e adesão celular, atividades estas também descritas no cininogênio de alto peso molecular humano e correlacionadas ao seu domínio 5. Como no cininogênio humano o domínio 5 também é descrito como inibidor de migração de leucócitos e como é o domínio responsável pela inibição de metaloproteases do veneno de Bothrops jararaca, conforme citado acima, verificaremos se o BjHK inibe alterações da interação leucócito-endotélio induzidas por metaloproteases isoladas deste veneno. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.