Busca avançada
Ano de início
Entree

Rastreamento de inibidores específicos de proteassoma seguidos da determinação de propriedades pró-apoptóticas e antitumorais em cultura celular

Processo: 04/07636-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2004 - 30 de novembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Marilene Demasi
Beneficiário:Marilene Demasi
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):05/01372-2 - Bioprospecção Dentre compostos de origem natural de inibidores específicos do proteassoma 20s seguida da determinação de atividade pró-apoptótica e anti-tumoral em cultura de células tumorais, BP.TT
Assunto(s):Bioquímica orgânica  Produtos naturais  Antineoplásicos  Complexo endopeptidase proteassoma  Apoptose 

Resumo

Os inibidores do proteassoma promovem morte celular em células de mamíferos por processo descrito, em muitos casos (dependendo de linhagem celular e dose), como apoptose. Esta atividade por parte de inibidores específicos da protease tem sido explorada como potencialmente benéfica na quimioterapia de diversos tumores incluindo-se os sólidos e hematológicos. Com destaque na literatura científica recente está o inibidor sintético denominado de bortezomibe prestes a ser introduzido na clínica médica. Outra evidência do potencial terapêutico desses inibidores são os trabalhos que vêm sendo publicados em anos recentes sobre a busca por esses compostos dentre produtos de origem natural, além da pesquisa química de inúmeros novos compostos sintéticos. A presente proposta de trabalho tem por objetivo identificar dentre os produtos naturais disponibilizados pelo programa BIOTA, compostos que sejam inibidores específicos do proteassoma. A metodologia a ser utilizada implica em microensaios e prevê o screening mensal de centenas de extratos e/ou derivados isolados. Consistirá na medida da atividade do proteassoma na presença desses produtos por intermédio de ensaios em microplacas, sendo que o proteassoma será isolado de uma linhagem de S. cerevisiae onde uma das subunidades do complexo catalítico 20S é modificada com uma cauda de poli-histidina o que permite a purificação do complexo 20S em poucas horas. A segunda fase do projeto prevê o estudo da especificidade dos inibidores potenciais encontrados na primeira etapa. A especificidade dos inibidores será avaliada por meio de ensaios de imunoprecipitação e de cinética enzimática. Após a identificação e seleção dos inibi dores específicos do proteassoma, será feita avaliação da atividade pró-apoptótica desses compostos. Os ensaios nessa fase do projeto serão realizados em cultura de células tumorais de diversas linhagens onde será avaliada a viabilidade celular e feita a caracterização do processo apoptótico por meio de ensaios já consolidados na literatura... (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.