Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da finasterida sobre células epiteliais prostáticas normais e tumorais: análise da expressão de micro-RNAs, da viabilidade e da invasividade celular

Processo: 10/16671-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Sérgio Luis Felisbino
Beneficiário:Sérgio Luis Felisbino
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Andrei Moroz ; Flávia Karina Delella
Assunto(s):Neoplasias da próstata  Finasterida  MicroRNAs  Metaloproteinases da matriz  Expressão gênica 

Resumo

O câncer prostático (CaP) é o câncer mais diagnosticado e a segunda causa de mortes por câncer entre os homens na América e nos países da Europa Ocidental. No Brasil, o número de casos novos de CaP estimado para o ano de 2010 será de 52.350. O desenvolvimento e progressão do CaP é um processo lento, envolvendo entre outros fatores alterações genéticas e epigenéticas que desequilibram os mecanismos moleculares que controlam a diferenciação, proliferação e morte celular. Desta forma, terapias de prevenção ao desenvolvimento do CaP tem despertando grande interesse médico-científico. Recentemente, o uso da Finasterida (Proscar®) foi aprovado pela Sociedade Americana de Urologia como tratamento quimiopreventivo para indivíduos com alto risco de desenvolverem o CaP. Porém, outras Sociedades de Urologia alertaram a necessidade de mais estudos para o uso seguro da finasterida em protocolos prolongados de quimioprevenção. Descobertas recentes indicam que os tumores humanos apresentam alterações epigenéticas, tais como a expressão desregulada de micro-RNAs, moléculas consideradas novos oncogenes ou supressores de tumor, e de metaloproteinases de matriz (MMPs), enzimas relacionadas com a progressão, invasão e metástase do câncer de próstata. Considerando a importância da prevenção do CaP e as questões sobre os efeitos da finasterida sobre as células prostáticas normais e tumorais, este projeto tem como objeto investigar os efeitos deste fármaco sobre a expressão de micro-RNAs oncogênicos e supressores tumorais e a expressão protéica e a atividade enzimática das MMPs 2 e 9 e dos TIMPs 1 e 2 em linhagens de células prostáticas normais e tumorais in vitro. Este projeto esta vinculado a um projeto de Pós-doutorado já aprovado (Proc. FAPESP Nº. 2010-05042-5). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOROZ, ANDREI; DELELLA, FLAVIA K.; ALMEIDA, RODRIGO; LACORTE, LIVIA MARIA; FAVARO, WAGNER JOSE; DEFFUNE, ELENICE; FELISBINO, SERGIO L. Finasteride Inhibits Human Prostate Cancer Cell Invasion through MMP2 and MMP9 Downregulation. PLoS One, v. 8, n. 12 DEC 30 2013. Citações Web of Science: 23.
MOROZ, ANDREI; DELELLA, FLAVIA K.; LACORTE, LIVIA M.; DEFFUNE, ELENICE; FELISBINO, SERGIO L. Fibronectin induces MMP2 expression in human prostate cancer cells. Biochemical and Biophysical Research Communications, v. 430, n. 4, p. 1319-1321, JAN 25 2013. Citações Web of Science: 36.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.