Busca avançada
Ano de início
Entree

Água e morfologia do solo associados ao gradiente fisionômico floresta Ripária-Cerrado em Campinas, SP

Processo: 10/16507-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2011 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Luís Carlos Bernacci
Beneficiário:Luís Carlos Bernacci
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados: José Eduardo de Arruda Bertoni ; Ricardo Marques Coelho ; Sueli Yoshinaga Pereira
Assunto(s):Cerrado  Análise do solo  Morfologia do solo  Ecossistemas florestais 

Resumo

Áreas ciliares com vegetação ripária são essenciais para o ciclo e a qualidade das águas. Além do papel do solo como mantenedor das funções hidrológicas nessas áreas, seus atributos e processos são determinantes no estabelecimento da vegetação e podem ser usados como indicadores de ambientes, fisionomias e espécies vegetais. Com o objetivo de compreender a influência do nível freático e de atributos do solo em gradiente fisionômico floresta ripária-cerrado e avaliar a morfologia do solo como indicadora desse gradiente, serão estudadas 25 parcelas de 100 m2 com vegetação nativa, em área com este tipo de transição, em Campinas, SP. O solo será estudado em dez trincheiras e em sondagens com trado, analisando-se sua morfologia, química e granulometria, e classificando-o. O nível freático será monitorado nas parcelas por um ano em seis poços de monitoramento localizados em linha perpendicular à drenagem principal. Serão realizados levantamentos florístico e de dados estruturais das espécies lenhosas das parcelas. Os dados serão analisados por estatística paramétrica e análise multivariada. Análise de variância testará a diferenciação de atributos do solo, do freático e da estrutura da vegetação ao longo dos transectos, com distinção entre tratamentos com base na diferença no regime hidrológico entre parcelas. A ordenação de atributos ambientais e da vegetação por correspondência canônica verificará a associação entre os atributos de solo e hidrológicos com os de vegetação. O possível agrupamento das parcelas quanto às diferentes fisionomias da vegetação, através de análise de similaridade, será comparado com os atributos indicativos do regime hidrológico destas parcelas, como cor do solo e regime freático. Os resultados ampliarão a base de conhecimento sobre o papel da água e do solo no estabelecimento da vegetação de áreas ripárias. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ADRIANA MERCEDES CAMEJO AVILES; FRESIA RICARDI-BRANCO; MARIE-PIERRE LEDRU; LUÍS CARLOS BERNACCI. Vegetation and climate changes in the forest of Campinas, Sao Paulo State, Brazil, during the last 25,000 cal yr BP. BRAZILIAN JOURNAL OF GEOLOGY, v. 49, n. 3, p. -, 2019. Citações Web of Science: 0.
CARVALHO, MARINA BEGALI; BERNACCI, LUIS CARLOS; COELHO, RICARDO MARQUES. Floristic and phytosociology in a physiognomic gradient of riverine forest in Cerrado, Campinas, SP. Biota Neotropica, v. 13, n. 3, p. 110-120, JUL-SEP 2013. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.