Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da desnutricao proteica-energetica sobre a expressao de fatores de transcricao envolvidos no processo de diferenciacao de celulas tronco mesenquimal medular

Processo: 10/51747-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Ricardo Ambrósio Fock
Beneficiário:Ricardo Ambrósio Fock
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de transcrição 

Resumo

A desnutrição protéica e protéico-energética (DPE) é o tipo mais freqüente de desnutrição, estimando-se que mais de 30% da humanidade sofrem de algum grau de desnutrição sendo mais encontrada em crianças, idosos, pacientes portadores de neoplasias, doenças crônicas ou sob quimioterapia. A desnutrição protéico-energética (DPE) é o tipo mais freqüente de desnutrição, sendo a causa primária uma redução na ingestão de alimentos ou da utilização inapropriada de energia e proteína. Fisiologicamente, em seres humanos após o nascimento, a hematopoese ocorre exclusivamente na medula óssea. A produção de células sangüíneas em um padrão constante depende do microambiente medular, estrutura organizada que regula a fisiologia da célula tronco hematopoética (CTH). O tecido hematopoético, como os tecidos que possuem uma alta taxa de renovação celular, requerem uma ampla fonte de nutrientes, e podem assim serem alterados em estados nutricionais deficientes. Dados da literatura e do nosso grupo evidenciam que a desnutrição compromete órgãos linfo-hematopoéticos e modifica a resposta imune. Nossos trabalhos demonstram alterações estruturais e ultra-estruturais da medula óssea, baço e timo; alterações funcionais como redução da migração celular, do espraiamento, fagocitose, atividade bactericida e fungicida, alterações na produção de espécies reativas do oxigênio e nitrogênio, bem como diminuição na síntese de TNF-alfa, IL-1 e IL-6. Sabendo-se que animais desnutridos apresentam hipoplasia severa de órgãos hematopoéticos e que microambiente medular apresenta distintos moduladores que atuam sinergicamente para influenciar a sobrevivência, proliferação e o desenvolvimento das células hematopoéticas em todos os seus níveis de diferenciação. Propõe-se neste projeto, avaliar alguns aspectos da complexa regulação estromal avaliando o comprometimento dos fatores de transcrição envolvidos no processo de diferenciação da célula tronco mesenquimal em um modelo de desnutrição protéico-energética. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS CUNHA, MAYARA CALDAS; LIMA, FABIANA DA SILVA; RAMIREZ VINOLO, MARCO AURELIO; HASTREITER, ARACELI; CURI, RUI; BORELLI, PRIMAVERA; FOCK, RICARDO AMBROSIO. Protein Malnutrition Induces Bone Marrow Mesenchymal Stem Cells Commitment to Adipogenic Differentiation Leading to Hematopoietic Failure. PLoS One, v. 8, n. 3 MAR 14 2013. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.